Header Ads Widget

Recent Comments

header ads

Olimpia empata com Atlético Nacional e será oponente do Flu na Libertadores

Jogando no Estádio Atanasio Girardot, em Medellín, Atlético Nacional e Olimpia empataram por 1 a 1 na noite desta quinta-feira (3) pela segunda fase anterior aos grupos da Libertadores. Como o time de Assunção venceu por 3 a 1 o embate de ida, os paraguaios enfrentarão o Fluminense no último estágio antes das chaves da principal competição de clubes na América do Sul.


Leia mais: Em interação, Arturo Vidal indica que o seu próximo clube está no Brasil
Ex-técnico do Real Madrid cotado para assumir time da América do Sul

Primeiro tempo

Apesar do ambiente de pressão criado pelos torcedores colombianos, dentro de campo a equipe de Hernán Herrera não conseguia estabelecer um volume de jogo que desse a impressão de conseguir a vantagem necessária para, ao menos, levar a disputa as penalidades.

Diante de uma recomposição numerosa do Olimpia, o time de Medellín não tinha a velocidade suficiente na troca de passes bem como na movimentação ofensiva para realmente incomodar o goleiro Gastón Olveira, pelo menos, até aos 36 minutos quando Sebastian Gómez bateu de fora e o arqueiro foi bem na intervenção.

Por sua vez, o Decano atuava com mais segurança dentro da sua estratégia onde, se na parte defensiva ia bem, no ataque tentava “estocadas” pontuais para deixar insegura a equipe do Atlético Nacional. Nesse contexto, Recalde quase conseguiu abrir a contagem em lançamento onde o arqueiro Kevin Mier saiu da meta e, tocando por baixo das pernas do goleiro, só não marcou porque Emanuel Olivera cortou de maneira providencial.

Segundo tempo

O que faltou em eficiência na etapa inicial, sobrou logo na primeira investida do Verdolaga com Andrés Andrade, nome que entrou no intervalo. Ao receber passe de Darlan Barrera, o camisa 10 encheu o pé e contou com desvio na zaga do Olimpia para encobrir Gastón Olvera e inaugurar o marcador no Atanasio Girardot.

Se mantendo com as linhas de marcação altas e “espremendo” o adversário no campo defensivo, quase a equipe anfitriã conseguiu igualar o marcador global pouco tempo depois, de novo com Tomás Andrade, que finalizou novamente de longe e acertou o travessão.

No entanto, justamente quando o Atlético Nacional parecia crescer de produção ao ponto de colocar a equipe paraguaia em apuros, a bola parada deu novamente números iguais ao duelo na Colômbia. Após cobrança de escanteio, Mier saiu do gol de maneira insegura e, na sobra, o zagueiro Saúl Salcedo bateu rasteiro para marcar.

Dali em diante, o confronto se tornou muito mais mental do que propriamente técnico (com direito a duas expulsões na confusão entre Felipe Aguilar, dos anfitriões, e Guillermo Paiva, por parte dos visitantes) em ambiente onde o Atlético notoriamente “acusou” o golpe. Com isso, o marcador não mais se alterou e o Olimpia garantiu sua classificação

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Salvar meus dados neste navegador para a próxima vez que eu comentar.

Postar um comentário

0 Comentários

Random Posts

header ads