Header Ads Widget

Recent Comments

header ads

Incêndio atinge maior usina nuclear da Europa após ataque russo

Kiev | Reuters

O chanceler ucraniano Dmitro Kuleba acusou os soldados russos de atirarem "de todos os lados" contra os bombeiros que tentam controlar o incêndio. Segundo a agência RIA, citada pela Reuters, o diplomata exortou as forças de Moscou a interromperem o ataque e permitirem o trabalho de contenção do fogo, dizendo que, caso haja uma explosão, o impacto seria 10 vezes maior que o do acidente na usina de Tchernóbil.

O prefeito da cidade ucraniana de Energodar havia dito mais cedo que a usina estava em chamas depois de ser atacada por forças russas. Ele havia anunciado que um grande número de tropas russas ia em direção ao local em declaração feita no final da tarde desta quinta-feira (3), já noite na Ucrânia. Segundo a agência de notícias Reuters, ele não deu mais detalhes na mensagem divulgada pelo Telegram.

Mais cedo, as autoridades de Kiev afirmaram que as forças de Moscou estavam intensificando os esforços para tomar Zaporizhzhia, localizada no sudeste do país. "Tiros podem ser ouvidos na cidade", escreveu naquele momento o prefeito Dmitro Orlov em uma rede social.

Energodar está a 675 quilômetros da capital e a 220 quilômetros de Kherson, maior cidade tomada pelos russos até aqui na invasão.

A Rússia já capturou a extinta usina de Tchernóbil, localizada 100 quilômetros ao norte de Kiev, quase na fronteira com a Belarus. O local foi palco, em 1986, do maior acidente nuclear da história, quando um dos reatores explodiu, fazendo com que cidades ao redor tivessem que ser completamente esvaziadas.

Guarda Nacional da Ucrânia em Tchernóbil, antes da invasão - Gleb Garanich - 4.fev.22/Reuters

Postar um comentário

0 Comentários

Random Posts

header ads