Este é o tipo de notícia que ninguém gosta de anunciar, porém, estes fatos fazer parte da nova realidade que estamos enfrentando e precisam ser divulgados. A prefeitura de Coari anunciou a chegada de mais 50 caixões ao município para atender a demanda do serviço funerário municipal que aumentou além da média, com os casos de óbitos que têm acontecido com frequência em virtude com o contágio com o novo coronavírus. Ver tantas urnas funerárias chegando ao mesmo tempo, mostram o perigo que a população está passando por conta da pandemia e requer atenção dobrada de todos.

O número de óbitos em Coari por Covid-19 só cresceu nos últimos 30 dias, segundo dados divulgados pela Secretaria de Saúde do Município de Coari, e ainda estão em uma reta de crescimento. Coari ocupava o segundo lugar em óbito dos município do interior do Estado, mas perdeu esta colocação para Tabatinga no último final de semana ficando em terceiro lugar, porém situação ainda preocupa.

70 ENTERROS NOS ÚLTIMOS TRÊS MESES

O serviço funerário município informou que já havia comprado 50 urnas funerárias no mês de abril, mas teve que novamente fazer mais aquisição de novas 50 urnas para para o mês de maio, em virtude da demanda de enterros que aumentou consideravelmente. Para o leitor ter ideia: do mês de março até a presente data foram realizados mais de 70 enterros, por diversos motivos, além da Covid-19. Soma-se a todo este triste caso de óbitos a pandemia que é uma realidade crua e nua de como um novo vírus pode ceifar diariamente muitas vidas. 

MAIS 03 ÓBITOS, HOJE, ATÉ AGORA...

Pelo que tudo indica a média de óbitos pelo COVID-19 vai se manter ainda hoje em Coari.em informações extra-oficiais, apuramos que hoje aconteceram mais 03 casos de óbitos por conta da doença em Coari, repetindo o número de mortes de ontem, dia 10 de maio. A população precisa levar muito a sério as medidas de prevenção. Se não hover necessidade alguma de sair de casa, não saia. Se sair de casa para ir a drogaria, supermercado ou para alguma atividade essencial use máscara. 

Procure resguardar os idosos e pessoas que estão na área de risco, evitando o contato social ao máximo. Use álcool em gel ou lave bem as suas mãos e outras partes do corpo com sabão. Evite gerar aglomerações. Se adoecer com os sintomas da doença procure o quanto antes as unidades de saúde que estão atendendo os casos suspeitos no Centro da Cidade e no Bairro da União. 

Faça a sua parte como cidadão consciente para que não seja necessário o serviço funerário comprar mias 50 urnas até o final do mês, pois do jeito que a tendência está, se nada mudar em termos de contenção, aglomerações e contágio, talvez seja necessário repetir a compra de urnas funerária.