Header Ads

Meirelles: não há dúvidas de retomada "forte" do emprego em 2017

Ministro da Fazenda destacou importância das reformas econômicas e estimou que o mercado de trabalho vai melhorar a partir deste ano
por Portal BrasilPublicado03/05/2017 14h53Última modificação03/05/2017 15h00
José Cruz/Agência BrasilAo jornal da Record, Meirelles disse que já há sinais de retomada da economia, mas reforçou que reformas são imprescindíveis
Ao jornal da Record, Meirelles disse que já há sinais de retomada da economia, mas reforçou que reformas são imprescindíveis

Em entrevista ao Jornal da Record, na noite desta terça-feira (2), o ministro Henrique Meirelles afirmou “não ter dúvidas” de que o desemprego irá diminuir ainda neste ano. Na ocasião, o ministro chamou atenção para a necessidade da aprovação das reformas econômicas para que o País consolide a recuperação do crescimento.
“Não há dúvidas de que veremos ainda em 2017 uma retomada forte do emprego. Depois, uma retomada certamente muito forte durante o ano de 2018, fazendo com que o desemprego caia bastante”, concluiu o ministro da Fazenda.
No primeiro trimestre, Meirelles estimou que o Brasil já deve apresentar crescimento e afirmou que a economia brasileira já dá sinais de melhora. No entanto, o ministro reforçou que as reformas econômicas em tramitação no Congresso Nacional precisam ser aprovadas.
“Nossa convicção é que se transforme logo em realidade a aprovação, de fato, dessas reformas de maneira a consolidar esse crescimento da economia”, declarou.
Principal reforma proposta pelo governo federal, a reforma da Previdência Social está em análise por uma comissão especial da Câmara dos Deputados. Entre outros pontos, ela prevê a adoção de uma idade mínima de 65 anos para homens e de 62 anos para mulheres terem acesso ao benefício.
Em 2016, o rombo nas contas da Previdência, no regime geral, foi de R$ 149,7 bilhões, sendo que a previsão para este ano é que o déficit previdenciário suba para R$ 188,8 bilhões. Sem a reforma no sistema de aposentadorias, a estimativa é de que o resultado negativo chegue a R$ 202,2 bilhões.
Além da reforma da Previdência, a modernização da legislação trabalhista também será um importante fator para impulsionar o emprego. Ela já foi aprovada na Câmara dos Deputados e agora passará pelo crivo do Senado Federal.
Fonte: Portal Brasil, com informações do Jornal da Record

Nenhum comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.

Tecnologia do Blogger.