Header Ads

ESTADO DE EMERGÊNCIA EM COARI ESTÁ CONDICIONADO A CONCLUSÃO DA REFORMA DO HOSPITAL


A Prefeitura do município de Coari pelo que tudo indica, errou a mão no prazo da reforma do Hospital Regional de Coari que está demorando mais que o previsto. No dia 09 de janeiro de 2017, através do decreto N. 711, o prefeito de Coari Adail Filho estabeleceu a situação anormal caracterizada como situação de emergência no sistema de saúde pública, educação, coleta de resíduos sólidos (lixo urbano), sistema viário e iluminação pública no Município de Coari/AM. A medida possibilitou ao prefeito fazer obras e serviços sem licitação, uma delas a reforma do hospital.

O artigo 5° do decreto concedeu o prazo de 90 dias para o Estado de Emergência, no entanto, de janeiro à abril a reforma que era pra ser rápida ainda não foi concluída. Esta semana, mais uma vez, a Prefeitura estendeu o prazo do Estado de Emergência devido "a impossibilidade do término das obras do Hospital Regional de Coari, 'Dr. Odair Carlos Geraldo' ”. O decreto prorrogou por 90 dias o Estado de Emergência e a vantagem financeira da medida.

A prorrogação foi assinada pela vice prefeita Mayara Pinheiro, quando esteve em Coari. Ela condicionou, no decreto, "a prorrogação do estado de emergência no município de Coari/AM, por mais 90 (noventa) dias, especificamente para conclusão das obras do Hospital Regional de Coari, “Dr. Odair Carlos Geraldo”, totalizando 180 (cento e oitenta) dias. Ou seja, talvez a reforma continue por mais três meses, com os pacientes convivendo com todo o problema oriundo de uma obra tão longa.

O prefeito de Coari, Adail Filho, contratou no início do Estado de Emergência (dia 13 de janeiro) com dispensa de licitação, a empresa Avanço Construções e Comércio de Eletrônicos Ltda., para realizar reforma do Hospital Regional de Coari – Dr. Odair Carlos Geraldo pelo valor de R$ 1.084.460,00. Resta saber se com a prorrogação mais dinheiro sem licitação vai ser posto na obra. Caso a reforma seja concluída antes, o "prazo do estado de emergência, encerrar-se-á, antecipadamente", ou seja, o Estado de Emergência no município está condicionado à tal reforma.

Um comentário:

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.

Tecnologia do Blogger.