Header Ads

CIDADES FMT realiza “2º Seminário Estadual de Sífilis”, nesta quinta-feira (20)

A Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), unidade vinculada à Secretaria de Saúde do Amazonas (Susam), realiza nesta quinta-feira (20) o "2º Seminário Estadual de Sífilis". A atividade, que contará com a participação de profissionais de saúde, da educação e de entidades da sociedade civil organizada é alusiva ao Dia Nacional de Combate à Sífilis.

Organizado pela Coordenação Estadual de DST/Aids e Hepatites Virais, que atua vinculada à FMT-HVD, o seminário acontece das 8h às 12h, no auditório da FMT, localizada na avenida Pedro Teixeira, 25, no Dom Pedro.

A programação incluirá palestras sobre "A importância da consulta de enfermagem no pré-natal, no controle da Sífilis Congênita", "Métodos de diagnóstico da Sífilis Adquirida e Sífilis na Gestação", "Fases clínicas da Sífilis e tratamento conforme novo protocolo", "Sífilis Congênita: diagnóstico e tratamento na indisponibilidade de penicilina".

De acordo com a coordenadora estadual de DST/AIDS, Silvana Lima, o seminário pretende promover a atualização dos profissionais sobre o diagnóstico e tratamento da Sífilis, com base no Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêutica (PCDT) em Infecções Sexualmente Transmissíveis, Aids e Hepatites Virais, lançado este ano pelo Ministério da Saúde (MS).

A Sífilis é uma doença infecciosa, que pode ser transmitida de uma pessoa para outra, nas relações sexuais sem uso da camisinha, por meio de sangue contaminado ou de mãe infectada para o bebê, durante a gestação ou o parto. "O uso do preservativo nas relações sexuais e o correto acompanhamento durante a gravidez são medidas essenciais para prevenir e, quando for o caso, tratar precocemente a doença", explica Silvana Lima.

Conforme dados do Sistema de Agravos de Notificação (Sinan), no período de janeiro a julho deste ano, foram registrados 1.442 casos de Sífilis no Amazonas. Desse total, 1.081 em grávidas. "A Sífilis Congênita, aquela transmitida da mãe para o bebê, é um indicador de qualidade do pré-natal, portanto, o incentivo ao acompanhamento médico da gravidez tem que ser reforçado, para garantir o diagnóstico precoce da infecção e o tratamento adequado", frisou Silvana.


Nenhum comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.

Tecnologia do Blogger.