Header Ads

O BOM EXEMPLO QUE VEM DE OBAMA PARA OS INTOLERANTES: ELE VISITOU UMA MESQUITA NOS ESTADOS UNIDOS

O QUE ISSO TEM A VER COM O QUE ACONTECE EM COARI? TEM MUITO A VER SIM.


 
 
O nosso mundo, o nosso tempo tem vivido claros exemplos de intolerância. Os mulçumanos através de suas ramificações mais radicais (leia-se Estado Islâmico, Al Qaeda dentre outros grupos extremistas) tem dado horríveis maus exemplos de intolerância e terrorismo... O que faz a grande maioria do mundo ocidental pensar que todos os mulçumanos comungam da mesma ideia. O presidente dos Estados Unidos deu um grande exemplo no dia de hoje, mostrando que também os ocidentais, notadamente os países que já tiveram problemas com o terrorismo não estão dispostos a investir no preconceito.
 
Eu li a notícia no Site da Veja (AQUI) e achei interessante a postura do presidente Obama em fazer um gesto na direção oposta do preconceito.
 
"Barack Obama visitou nessa sexta-feira uma mesquita nos Estados Unidos pela primeira vez desde que se tornou presidente. Discursando na mesquita Sociedade Islâmica de Baltimore, no Estado de Maryland, o líder americano clamou pela união entre comunidades religiosas nos EUA e pediu para os muçulmanos ao redor do mundo que ajudem a combater as ideologias extremistas de grupos como o Estado Islâmico.
"A primeira coisa que eu quero dizer são duas palavras que os muçulmanos americanos não ouvem muitas vezes", disse Obama. "Obrigado (Thank you)." O presidente reconheceu as contribuições dos cidadãos muçulmanos para seu país. "Eles são nossos policiais. Eles são nossos bombeiros. Eles estão no Departamento de Segurança Nacional".
"Crianças sofreram bullying, mesquitas foram vandalizadas", afirmou Obama, sobre a repercussão do atentado na Califórnia. "Não somos assim. Nós somos uma família americana. E quando qualquer membro da família começa a sentir excluída, parte o coração de nossa nação."
O documento da CAIR indica que "os níveis de sentimento anti-muçulmano seguem as tendências das políticas internas americanas" e destaca a posição do pré-candidato à presidência dos EUA Donald Trump. O republicano que, se fosse eleito, iria proibir a entrada de muçulmanos nos EUA - uma proposta que se choca com a Constituição do país, que resguarda a liberdade de crenças religiosas.
A intolerância se manifesta na política em diversas foras. Aqui em Coari está muito condicionado ao grupo político em que o cidadão faz parte. Há grupos políticos que apostam na intolerância como ferramenta de poder e de influência. Se você é de um grupo político não pode ou não deve dialogar com pessoas de outro segmento político. Só a possibilidade de algumas figuras de voltarem ao poder, já está fortalecendo a intolerância. Quem discorda ou pensa diferente já começa a ser hostilizado em redes sociais ou até pessoalmente... Fica o exemplo do presidente Obama para os intolerantes em matéria de política, política que aliás não deve ser tratada como religião.



 

Nenhum comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.

Tecnologia do Blogger.