Header Ads

Amazônia Conectada vai levar banda larga para interior

A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) assinou um memorando de entendimento com o Exército para dar início ao projeto Amazônia Conectada, que visa criar uma infraestrutura de fibra ótica no interior do Amazonas e levar conectividade em múltiplos gigabits à região.


A cerimônia foi realizada no Instituto Militar de Engenharia (IME), no Rio de Janeiro (RJ), e, além das duas instituições, teve a participação da Companhia de Processamento de Dados do Amazonas S/A (Prodam), da Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado do Amazonas e o Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam).
A prova de conceito será realizada em 2015, com a implantação de um sistema de cabo subfluvial com extensão de 10 quilômetros no Rio Negro, em Manaus (AM), e a previsão é de que, em 12 meses, o mesmo sistema seja implantado em um trecho de 220 quilômetros, entre Coari e Tefé.
Até 2017, outros sistemas estão sendo desenhados para a implantação de cabos subfluviais nos principais rios da Bacia Amazônica, o que deve levar conectividade para milhares de habitantes das cidades ribeirinhas.
A expectativa é de que o legado do projeto Amazônia Conectada possibilite, à população do interior do estado, uma série de serviços de redes de dados com a mesma qualidade de Manaus.
A capital amazonense, atualmente, está conectada ao backbone da RNP a 1 gigabit por segundo (Gb/s), como incentivo a atividades de ensino e pesquisa, telemedicina, ensino a distância e ações ligadas à saúde, segurança pública, trânsito e turismo.

Nenhum comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.

Tecnologia do Blogger.