Header Ads

UEA abre 4º Simpósio em Educação em Ciências na Amazônia com conferência sobre tema do evento

A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) abriu, na manhã desta quarta-feira, 8 de outubro, o 4º Simpósio em Educação em Ciências na Amazônia (Secam). O evento, que é realizado pela coordenação do Mestrado em Educação e Ensino de Ciências da Escola Normal Superior (ENS), acontece até sexta-feira (10).


A abertura contou com uma conferência do professor doutor Eduardo Terrazzan, da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), do Rio Grande do Sul. O tema foi o mesmo do simpósio "Educação em ciências: ciência, sociedade e cidadania".



"O evento contribui para que, não só a educação em ciência, mas a educação escolar como um todo, seja melhorada, o que é uma necessidade urgente. E, com isso, consigamos melhorar a formação dos alunos para uma cidadania mais plena", afirmou Terazzan.



Segundo o coordenador do Programa de Mestrado em Educação em Ciências na Amazônia, Augusto Terán, o objetivo principal é socializar as pesquisas e discutir o ensino das ciências na nossa região. "Essa é uma preocupação muito grande, é um tema de grande relevância, principalmente por causa da biodiversidade amazônica. E nós estamos utilizando esses elementos que temos na Amazônia para fazer ciência", disse.



A programação conta com minicursos, mesas-redondas e apresentação de projetos. Serão apresentadas 89 pesquisas científicas concluídas e em andamento, desenvolvidas por cerca de 250 mestrandos e professores da UEA. Os trabalhos que são voltados às áreas de Biologia, Física, Química e Matemática. O público é formado por alunos de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores da educação básica e profissionais ligados à divulgação científica.



Fotos: Roberto Carlos/Agecom

Nenhum comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.

Tecnologia do Blogger.