Ouvidoria Itinerante chega a Iranduba no sábado, 7



Emissão de RG e Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) são alguns dos serviços que o Governo do Amazonas, por meio da Ouvidoria Geral do Estado, disponibilizará na próxima edição do projeto Ouvidoria Itinerante, que acontecerá no dia 7 (sábado) de dezembro, das 8h às 13h, na Câmara Municipal de Iranduba (travessa Jaraqui, nº 60, Centro), município localizado a 22 km de Manaus.

Durante a ação, serão ofertadas 100 unidades de cada documento, entre primeiras e segundas vias. A população ainda terá acesso a atendimentos médicos nas especialidades de psicologia, nutrição, fonoaudiologia, fisioterapia, educação física e assistência social.

De acordo com o chefe do departamento do Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC), Joel Sales, a mobilização tem o intuito de facilitar o acesso da população às ações de cidadania como a retirada de documentos e atendimentos básicos de saúde, atendendo, desta forma, a orientação do governador Omar Aziz de criar mais oportunidades de cidadania para a população.

Joel Sales alerta a comunidade para que tenha atenção quanto aos documentos exigidos durante a ação. "Uma das principais dificuldades enfrentadas nesse trabalho é a falta dos registros básicos como a certidão de nascimento, fotos 3x4, comprovante de residência e o número da CTPS, no caso da emissão de segunda via", informa.

Orientação – O chefe de gabinete da presidência da Câmara Municipal de Iranduba, Adalberto Lima, disse que, durante toda a semana, a comunidade recebeu orientações sobre os documentos necessários para a efetivação dos serviços. Entre as mídias utilizadas para a informação estão um carro volante e folders. "Esperamos que seja um sucesso. Queremos atender principalmente os ribeirinhos que são os mais afetados. Boa parte desses moradores não tem o registro de nascimento".

Foto: Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ANTES DE ROUBAR COMÉRCIO FORAM PRESOS EM COARI

ELE APONTAVA ARMA NA CABEÇA DE CRIANÇAS PARA CONSEGUIR O QUE QUERIA NOS ASSALTOS QUE FAZIA

DE COARI, EM MANAUS ELE MATOU OS PATRÕES À MACHADADAS