Header Ads Widget

Recent Comments

header ads

Comitê Manaus 2016 discute com Seped e Seduc inclusão de pessoas com deficiência no programa de voluntários


 A inclusão de pessoas com deficiência no programa público de voluntários para os Jogos Olímpicos em Manaus foi discutida em reunião realizada na manhã desta segunda-feira, dia 28 de setembro, na sede do Comitê Organizador Manaus 2016, localizado na Arena da Amazônia. A reunião contou com a presença de membros do Comitê Manaus 2016, da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped) e da Secretaria Estadual de Educação (Seduc).


Denominado "Ajuri - Voluntários da Amazônia", o programa público de voluntariado está sendo desenvolvido pelo Governo Estadual, em parceria com a Prefeitura de Manaus. Segundo o coordenador Estadual do Comitê Manaus 2016, Mário Aufiero, a inclusão de pessoas com deficiência é uma orientação do próprio governador José Melo. "Precisamos definir critérios dessa participação e o número reservado para pessoas com deficiência, além de detalhes como a capacitação desses colaboradores, um dos motivos pelo qual convidamos a Seped e a Seduc para nos ajudar no desenvolvimento do Edital", observa.

Aufiero explica que dois tipos de voluntários irão atuar durante a realização do Torneio de Futebol Olímpico em Manaus ano que vem – os recrutados pelo Estado e os selecionados pelo próprio Comitê Rio 2016. A diferença está no tipo de atuação, ou seja, os voluntários escolhidos pelo Estado irão atuar nos locais onde os do Rio 2016 não cobrirão. 

As inscrições para os voluntários da Rio 2016 estão abertas até o dia 30 de outubro através do endereço virtual rio2016.com/voluntários. As inscrições do programa local acontecerão entre novembro e dezembro deste ano. O Comitê Rio 2016 pretende selecionar 1,5 mil voluntários, mesma quantidade a ser selecionada pelo programa de voluntariado público.

Os voluntários selecionados pela Rio 2016 irão atender no aeroporto, na Arena da Amazônia e nos locais de treinamento. Os voluntários do programa público irão atuar nas proximidades do Estádio, no Aeroporto, em Evento de Exibição Pública (Live Site), no Centro Aberto de Mídias, Delegacias e Hospitais e áreas de grande movimentação de pessoas.

Os critérios gerais de seleção dos voluntários "Ajuri" são: ter no mínimo 18 anos, disponibilidade para atuar, no mínimo, 5 dias seguidos, participação nos treinamentos e ter perfil compatível com área de atuação. Os benefícios para os participantes são certificado de horas, transporte, alimentação, uniforme e seguro de vida.

"O nosso programa funcionará como uma ampla rede de mobilização e apoio, que atuará em pontos de mobilidade, aeroportos, áreas de fluxo, entorno dos estádios, imprensa não credenciada, turistas e população de um modo geral. Será um trabalho de informação e hospitalidades aos torcedores, turistas e todos aqueles que visitarem a cidade de Manaus neste período", detalha a coordenadora do programa de voluntários público, Antônia Muniz.

"Ajuri", nome dado programa de voluntários local, é um termo regional que significa mutirão, ou ajuntamento de pessoas para a realização de um trabalho comunitário. No interior, do Estado costuma-se fazer o "Ajuri" na época do plantio e também da colheita.

Postar um comentário

0 Comentários

Random Posts

header ads