A britânica assassinada no município de Coari, foi avisada do perigo, mas
não tinha ideia de o quanto era perigoso passar pela rota do terror, que se tornou o Rio Solimões.

Não é de hoje que temos alertado para o fato que o Rio Solimões, principalmente no trecho entre o município de Coari, é um trecho extremamente perigoso. Foi-se o tempo em que viajar pelo nosso município era reviver o contato com a natureza, a muito tempo os rios de Coari deixaram de expressar a tranquilidade bucólica de uma cidadezinha interiorana. Nem mesmo os ribeirinhos se sentem à vontade em viajar para suas casas, e qualquer viagem no trecho é acompanhada de um suspense sem fim.

Tudo isso porque os rios de nosso município se tornaram rios do terror, local onde muitas vidas já foram ceifadas e jogadas nas águas barrentas do Solimões, tendo suas vísceras arrancadas, corpos esquartejados, como se fossem nada, como se fossem dejetos humanos. No epicentro de tanta violência a briga pelo domínio da droga! Os bandidos pegam os que vêm transportando drogas da fronteira, matam, jogam os corpos nos rios e ficam com "a mercadoria". O problema é que qualquer um navegante pode ser confundido com alguém que leva drogas, como foi o caso da britânica Emma Kelty.

São inumeráveis os casos de "peruanos" que foram mortos e jogados nos rios. Dentre estes, fica a indagação: Todos seriam envolvidos com drogas ou no meio de tantos há mais inocentes que foram jogados nas águas barretas do Solimões e deixados ao esquecimento? O caso da britânica chama a atenção do mundo para o problema e deveria chamar a atenção das autoridades federais brasileiras, para por fim a esta rota de terror, que é navegar por este trecho dentro dos limites geográficos de Coari.

Se a região é crítica, e está provado que é, as autoridades deveriam focar a atenção para o combate dos Piratas do Rio. A presença de uma ação policial constante, com uma base flutuante nos limites do alto e do baixo rio já intimidaria bastante a ação dos bandidos. Helicóptero, drones e lanchas vasculhado a área seriam úteis para intimidar os bandidos. Algo precisa ser feito com urgência para devolver a tranquilidade ao local e para apagar esta mancha terrível que está sobre o município de Coari.