Header Ads Widget

Recent Comments

header ads

Zelensky sugere que pode desistir de ingresso na Otan para encerrar guerra

Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, sugeriu que pode desistir do ingresso na Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) para encerrar a guerra com a Rússia - Reprodução/Telegram

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, sugeriu que pode desistir do ingresso na Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) para encerrar a guerra com a Rússia. Em pronunciamento por vídeo, ele disse entender que a Ucrânia não tem portas abertas para entrar na aliança.

Se não podemos entrar por meio de portas abertas, então temos de cooperar com associações com as quais possamos, às quais nos ajudem, a nos proteger... e ter garantias separadas.

Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky

Guerra Rússia x Ucrânia hoje: o que se sabe até agora

A declaração marca uma mudança no discurso de Zelensky sobre adesão da Ucrânia na Otan e também na União Europeia. Quatro dias após o início da guerra, a Ucrânia enviou um pedido para integrar o bloco europeu. O documento ainda está em análise.

O comentário de Zelensky também acontece após negociadores da Ucrânia afirmarem que as conversas com a Rússia pelo cessar-fogo estão "muito boas".

A desistência da Ucrânia de integrar a União Europeia e Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) é uma das exigências impostas pela Rússia para cessar os ataques.

Hoje, o embaixador de Moscou na ONU (Organização das Nações Unidas), Vassily Nebenzia, reafirmou que a Rússia interromperá sua invasão quando alcançar os objetivos da "operação militar especial", incluindo a não entrada da Ucrânia na Otan e sua desmilitarização.

20º dia da invasão russa à Ucrânia tem ataques a Kiev; veja imagens

15.mar.2022 - Uma mulher fotografa os restos de um projétil, enquanto a invasão da Rússia na Ucrânia continua, em Kharkiv, na Ucrânia. - REUTERS/Oleksandr Lapshyn
15.mar.2022 - Um bombeiro trabalha para apagar um incêndio em uma casa que foi atingida por um bombardeio, enquanto a invasão russa da Ucrânia continua, em Kharkiv, na Ucrânia. - REUTERS/Oleksandr Lapshy

Postar um comentário

0 Comentários

Random Posts

header ads