Após grande expectativa, as autoridades do município de Coari compareceram ao aeroporto para receber o avião que chegou trazendo a estrutura da usina de oxigênio, adquirida pela prefeitura para assegurar o abastecimento nos serviços de saúde administrados pelo município. 

Da compra até a entrega, a logística para a chegada em Coari foi considerada pelas autoridades municipais envolvidas "uma verdadeira operação de guerra". A chegada da estrutura da Usina de OXIGÊNIO, em Coari, aconteceu nesta segunda-feira, dia 18 de janeiro de 2021 em meio à pandemia de coranavírus, o que faz da data um dia histórico para os coarienses. 

A usina tem capacidade de produção de geração de oxigênio de 648 metros cúbicos por dia, que corresponde a uma capacidade de envasamento de cilindros de 85 unidades ao dia. A concentração de pureza do oxigênio produzido será de 93 à 96%, padrão ANVISA. 

A prefeita interina, Dulce Menezes, informou que a usina deve entrar em funcionamento ainda esta semana, de acordo com o planejamento da prefeitura municipal através da secretaria de saúde. "Com esta conquista vamos atender pacientes acometidos pela Covid-19, bem como por outras doenças. E, em breve, também poderemos atender outros municípios do entorno de Coari" - afirmou Dulce Menezes.