No ano 2000, em uma eleição bastante concorrida, 06 candidatos disputaram a prefeitura de Coari. Adail Pinheiro foi eleito com 35,37% dos votos, dando início a sua trajetória política como prefeito do município e sucedendo o conhecido ex-prefeito Roberval Rodrigues, que obteve 26,90% da votação. A eleição em 2000 representou um momento de mudança total na política coariense.

Em 2004, Adail Pinheiro obteve a maior votação para prefeito da história recente da política em Coari, sendo eleito com 69,70% dos votos quando concorreu à eleição. O segundo colocado Arnaldo Mitouso obteve 22, 45% da preferência dos eleitores. Concorreram 05 candidatos ao cargo, naquele pleito. Esta votação de Adail Pinheiro, até agora é a maior da história política, o maior índice de popularidade de um prefeito em Coari.

Em 2008, foi eleito Rodrigo Alves com 54,11% contra 45,09% de Arnaldo Mitouso. Uma das eleições mais polarizada da história recente de Coari. Concorreram 05 candidatos à prefeito, no entanto, os outros três candidatos não alcançaram 1% dos votos. Esta eleição foi anulada e realizada uma outra eleição suplementar em 2009, quando Arnaldo Mitouso foi eleito prefeito com 51,99% dos votos disputando contra o professor Vicente Lima.

Em 2012, a eleição teve um resultado mais apertado. Foi eleito Adail Pinheiro com 43,01% pela terceira vez prefeito de Coari. O segundo colocado foi Raimundo Magalhães ficou com 28,54% dos votos. Concorreram 4 candidatos ao cargo de prefeito.

Em 2014, Adail Filho foi eleito com 54, 97% dos votos e o segundo colocado, Raimundo Magalhães obteve apenas 26,30% da votação do eleitor coariense. Foram 05 os candidatos a prefeito.

Adail Filho concorre a reeleição este ano despontado como favorito, com forte tendência de repetir o mesmo mesmo fenômeno eleitoral que seu pai Adail Pinheiro alcançou. A grande pergunta que fica é: o percentual de 69,70% será alcançado ou ultrapassado ou é uma marca inatingível, ficando apenas para a história a incrível popularidade alcançada por um prefeito eleito democraticamente em Coari? Sem uma oposição contundente e fragmentada com 10 candidatos disputando a prefeitura, sem comícios ou passeatas devido a pandemia, o resultado da eleição deste ano pode ser mais uma verificação de popularidade do prefeito de Coari do que uma disputa acirrada entre os candidatos.