O Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) recomendou, por unanimidade, que a secretária de Saúde, Simone Papaiz, seja afastada do cargo e que os pagamentos à empresa FJAP e Cia Ltda, responsável pela venda de respiradores, sejam suspensos. Papaiz ainda foi multada em R$ 75.099,15 por graves infrações às normas legais no processo de dispensa de licitação para compra dos respiradores, omissão em atender a determinações do TCE-AM e apresentar documentos e/ou justificativas à Corte de Contas.

De acordo com o TCE, a recomendação será encaminhada ao governador Wilson Lima e a decisão, ao Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) e ao Ministério Público do Estado. O governo estadual foi procurado pelo G1, mas, até a publicação desta matéria, não respondeu sobre a situação.