Daniel Maciel
01 de maio de 2020

Os pedidos de parcimônia, de respeitar o outro, de não ficar à noite nas filas da lotéricas, de usar máscara e de evitar aglomeração feita pela secretária de saúde do município de Coari na última transmissão online, revelam a insistência em salvar vidas por parte dos profissionais que estão envolvidos no combate ao coronavírus em Coari , mas que infelizmente, têm caído em ouvidos surdos de muitos da população.

A secretária Francisnalva Mendes lembrou que pode faltar profissionais para cuidar dos doentes, não porque o prefeito não tenha se preparado para isso, pelo contrário, mas porque os casos podem aumentar além da capacidade de atendimento, se a população não conscientizar.

Os profissionais de Coari estão adoecendo também: médicos, enfermeiras, técnicos e assistentes sociais.

A emoção que não pôde ser contida pela Secretária de Saúde veio quando ela lembrou dos profissionais que estão nesta guerra invisível e injusta. Quando disse: "É muito difícil para os profissionais de saúde ter que lidar com pacientes sem ter condições e não tem medicação no mercado! Não tem…". O choro mostra a alma, revela que além de profissionais que estão lidando cientificamente com um problema grave de saúde pública, há um sentimento de querer salvar vidas, apesar de todos os prognósticos contrários, apesar de toda a falta de conscientização de muitos.

E é assim. É preciso ter alma mesmo para poder agir com resiliência e todo o dia enfrentar uma doença diante da qual ainda se está aprendendo. Os esforços dos profissionais de saúde, o empenho da secretária e os investimentos do governo municipal estão sendo observados pela população. O prefeito Adail Filho não está ausente do enfrentamento, nem tão pouco os médicos, agentes de saúde, profissionais de segurança pública e das demais áreas.

Temos que ser solidários com os profissionais de saúde e estimulá-los a continuar com essa garra e determinação vistos na emoção da secretária, sabendo que enquanto houverem pessoas dispostas à lutar, a guerra não estará perdida.