Daniel Maciel
Coari-Am 02 de maio de 2020

É preocupante. É alarmante. O COVID-19 mostra sua capacidade incrível de multiplicação, infestação e de alto índice de letalidade. Em mais ou menos um mês Coari saiu de zero para 118 casos e o pior de tudo: 10 óbitos. Não são apenas números, são vidas que se vão, perdem a batalha da existência para um vírus que em menos de 06 meses saiu da China e chegou até nós, no meio da floresta Amazônica, nos impactando de forma irreversível.

Temos observado a tentativa das autoridades conscientizar o povo de todas as formas. Rádio, outdoors, carros de som, transmissões on line, um esforço hercúleo por parte das autoridades municipais para tentar esclarecer as pessoas. O prefeito do município pessoalmente tomando decisões duras, antipopulares mas necessárias para mostrar a todos o perigo que é esta doença, porém com o avanço da doença é plausível dizer que não se trata mais de uma questão de conscientização, mas de consciência que cada cidadão deve ter.

Cada um de nós temos que pôr a mão na consciência e fazer a nossa parte.

De certa forma já é possível ver que algo mudou. Ouso dizer que 90% da população coariense já não sai de casa sem máscara, o que é um bom indicativo. A prefeitura iniciou também a desinfecção de vários pontos da cidade o que é importante demais para a coletividade. Foi anunciado também o aporte de 2 milhões de reais de recursos federais que chegarão ao município para investimentos no combate ao COVID-19. Iniciativas que em conjunto podem mudar o quadro atual, em breve.

Agir com consciência neste momento é fundamental. Evitar atitudes que ajudam na proliferação da doença é essencial. Pensar no próximo está provado que é a mesma coisa que cuidar de si. Evitar o colapso do atendimento público de saúde é indispensável neste momento. Os casos de coronavírus em Coari que cresceram aceleradamente nestes últimos 30 dias, podem desacelerar se agirmos com consciência.