O juiz Ricardo Salles da 3ª Vara da Justiça Federal do Amazonas revogou, na noite de ontem (26), durante audiência de custódia, a prisão temporária do ex-governador José Melo. Com a decisão, Melo fica livre já a partir desta quarta-feira e poderá passar o final de ano com a família.

Além do ex-mandatário amazonense ganharam também liberdade os ex-secretários Afonso Lobo, da Fazenda, e Wilson Alecrim e Pedro Elias, ambos da Susam.

Os quatro tiveram a prisão preventiva transformada em domiciliar, sendo obrigados a entregar seus passaportes à Justiça Federal e sair de casa apenas com autorização do judiciário.