22 de julho de 2017

Mais do que a Bola de Ouro: as razões de Neymar para querer sair do Barcelona

Foto: Divulgação/Barcelona Neymar participa normalmente da pré-temporada do Barça nos EUA


A saída de Neymar do Barcelona parece estar cada vez mais perto. O jornal catalão Sport fez uma lista nesta sexta-feira (21) em que levanta os vários motivos que fazem o craque brasileiro querer deixar o Barcelona para jogar no Paris Saint-Germain, da França.

 

Segundo a publicação, as motivações vão além de "deixar a sombra" de Messi. 

 

Confira os motivos:

 

Clã brasileiro

 

Quando chegou ao Barcelona, em 2013, o elenco do time espanhol era repleto de brasileiros. Além de Daniel Alves, Rafinha e o lateral Adriano também faziam parte do grupo. Hoje, apenas Rafinha permanece no grupo, já que Douglas não deve continuar e o zagueiro Marllon, nem sempre é relacionado para os jogos.

 

Hoje, os grandes amigos do camisa 11 no grupo são Messi e Suárez, mas sua amizade com os companheiros de ataque é diferente por vários motivos, como idade, idioma e estado civil.

 

Sem "parças" no elenco, Neymar teria pedido alguns nomes à diretoria catalã, mas nenhum deles foi atendido. A negociação com Paulinho virou novela, Lucas Lima não deve chegar mais, Gabriel Jesus optou pelo Manchester City e o clube decidiu não acionar a cláusula de prioridade para levar Gabigol. 

 

Família

 

O Sport afirma também que há uma pressão da própria família do craque para que ele mude de ares e busque se tornar o melhor do mundo. No Barça, Neymar só ficou entre os três melhores uma vez, apesar dos 10 títulos que já tem com a camisa do time espanhol.

 

Neymar teria a sensação de que precisa de uma mudança, uma "injeção de adrenalina", um novo cenário para dar o salto que todos esperam dele: o de se tornar o melhor do mundo.

 

Posicionamento

 

A posição de Neymar no Barcelona também não agrada o craque. Desde que chegou, o camisa 11 costuma ocupar a faixa esquerda do campo, tendo que acompanhar o lateral adversário na hora de defender. 

 

O diário acredita que Neymar gosta mais de jogar centralizado, flutuando pelos dois lados, e que esta função lhe dá mais protagonismo nas equipes. A base desse argumento é a seleção brasileira - por lá, ele joga mais solto e é o principal criador de jogadas do time de Tite.

 

Problemas com a Justiça Espanhola

 

Desde que chegou à Espanha, Neymar vive sob investigações e capas de jornal que denigrem sua imagem por causa da negociação polêmica entre Santos e Barcelona. Segundo o jornal, o jogador e seu pai acreditam que uma mudança de país acabaria com todo o ambiente desfavorável fora dos gramados.

 

Novo técnico

 

O Sport diz que Ernesto Valverde, novo técnico do Barcelona, não gera animosidade em Neymar, mas também não o deixa confiante em permanecer na Catalunha. O ex-treinador do Athletic Bilbao não tem força para convencer o brasileiro a ficar, ao contrário de Sampaoli, treinador argentino que concorria ao cargo e de quem, segundo a publicação, Neymar mantém uma forte amizade. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.