Os bandidos que praticam roubos na calada da noite em Coari, passaram dos limites e não respeitam nem mesmos os espaços religiosos, que são considerados sagrados em qualquer sociedade onde há o mínimo de respeito e ética. A Igreja de Santo Afonso, localizada no Bairro Espirito Santo, foi invadida, roubada e ainda mais, vilipendiada pelos bandidos que reviraram tudo no templo religioso, desrespeitando os símbolos da religiosidade da comunidade católica.  

O crime, além de chamar atenção para a falta de segurança pública que ainda reina em Coari, gerou revolta pela ousadia e falta de respeito. O padre Elson Lima, que já foi pároco em Coari, publicou as imagens nas redes sociais e lamentou o ocorrido: "Fica aqui o meu repúdio  e  o meu protesto, ao que fizeram na Comunidade de Santo  Afonso, em Coari. Uma comunidade  que lutou anos e derramou suor para construir o seu templo. Agora foi invadida por vândalos. Direspeitando  o espaço sagrado do povo.  Bandidos, não podem tomarem conta da cidade e fazerem uma anarquia.  Nós pedimos as autoridades públicas,  que façam menos propaganda  e cuidem mais das pessoas, porque são elas  que pagam os seus salários de vocês" - exclamou o religioso. 

A repercussão negativa só reforça o sentimento de que os coarienses ainda consideram a necessidade de segurança como o principal problema a ser enfrentado em Coari. Se até então domicílios e comércios estavam reféns dos ladrões, agora escolas e igrejas também ficam fragilizadas diante da criminalidade.