Header Ads

Vice dos EUA diz que ‘acabou a paciência’ com a Coreia do Norte



O número dois do governo Trump deu a entender que a via militar é uma possibilidade se Pyongyang não ceder

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, visitou nesta segunda-feira (17) a zona desmilitarizada (DMZ) que separa as duas Coreias, em um momento de máxima tensão com a do Norte devido a seus repetidos testes de armas.

A poucos metros da fronteira com a Coreia do Norte, Pence destacou novamente a importância da aliança de Washington e Seul e a “determinação do povo e do presidente americano” para resolver a situação “através de meios pacíficos, através de negociações”.

Leia também: Ameaça de ataque da Coreia do Norte une Japão e EUA; entenda

Não obstante, o número dois do governo Trump lembrou que a “paciência estratégica” dos Estados Unidos está acabando e que “todas as opções estão sobre a mesa” para se conseguir a desnuclearização da península coreana, em uma nova insinuação de que a via militar é uma possibilidade se Pyongyang não ceder.

Pence foi levado do centro de Seul (a cerca de 50 quilômetros ao sul da DMZ) em um helicóptero militar Blackhawk até pousar em Camp Bonifas, que deve seu nome a um dos dois soldados dos EUA mortos por tropas norte-coreanas em um incidente acontecido na zona desmilitarizada em 1976.

Horas antes de Pence chegar à região neste domingo, a Coreia do Norte tentou lançar sem sucesso um míssil balístico que explodiu após ser disparado, no que representa mais um teste de armas do regime de Pyongyang no último ano.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: Veja

Nenhum comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.

Tecnologia do Blogger.