18 de abril de 2017

Polícia Civil deflagra operação 'Apagar das Luzes' e prende ex-prefeito e secretário de Finanças do Careiro Castanho

O ex-prefeito e o irmão dele, além de outras seis pessoas, a maioria ex-assessores da prefeitura, estavam sendo investigados pela Polícia Civil com apoio do Ministério Público Estadual (MPE) do Careiro Castanho havia cinco meses.
FOTOS: DIVULGAÇÃO/PC-AM.

A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado Danniel Antony dos Santos, titular da 34ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) do Careiro Castanho (a 102 quilômetros em linha reta de Manaus), com apoio do Departamento de Polícia do Interior (DPI), deflagrou nesta terça-feira, dia 18, naquela cidade, a operação "Apagar das Luzes" e prendeu o ex-secretário de Finanças e Orçamento, Altevir Alves Villar, irmão do ex-prefeito Hamilton Villar (PMDB), também preso nesta segunda-feira, dia 17.

 

De acordo com a autoridade policial, o ex-prefeito e o irmão dele, além de outras seis pessoas, a maioria ex-assessores da prefeitura, estavam sendo investigados pela Polícia Civil com apoio do Ministério Público Estadual (MPE) do Careiro Castanho havia cinco meses pelos crimes contra a administração pública, lavagem de dinheiro e organização criminosa, tipificados nos artigos 317 do Código Penal Brasileiro (CPB), artigo 2 da Lei nº 12.850/13 e artigo 90 da Lei nº 8.666/93, essa última que trata das regradas para licitações públicas.

 

Hamilton Villa foi preso no início da noite de segunda-feira, dia 17, por agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido no dia 6 de abril, pela juíza da Comarca daquela cidade, Sabrina Cumba Ferreira. O ex-prefeito foi interceptado por volta das 18h30, nas proximidades do quilômetro zero da BR-319, quando tentava sair do Careiro Castanho com destino a Manaus utilizando um veículo modelo Fiat Strada Working placas NOW-6181.

 

Danniel Antony informou que, nesta terça-feira, dia 18, a operação "Apagar das Luzes" teve início por volta das 7h e cumpriu oito mandados de busca e apreensão nas residências e escritórios do ex-prefeito, do ex-secretário e de outras pessoas investigadas, expedidos pela juíza Sabrina Cumba. Altevir Viilar, segundo o delegado, foi preso durante à tarde, também por ordem da juíza daquela cidade. "Contra o ex-secretário também pesam os mesmos crimes e a prisão dele foi necessária", disse.

 

Nas residências dos irmãos, a polícia apreendeu documentos que vão ser analisados a partir desta semana pela Polícia Civil e o MPE. "As investigações estão bem avançadas e essas novas provas vão ajudar bastante a concluir o inquérito", disse a autoridade policial.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.