Header Ads

Na Semana de Conscientização do Diagnóstico de HIV, foram realizados 471 testes, 27 com resultado positivo

A Coordenação Estadual de DST/AIDS e Hepatites Virais, que atua vinculada à Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), apresentou nesta quinta-feira (05) o balanço dos atendimentos realizados durante a "Semana de Conscientização do Diagnóstico Precoce de HIV". Foram realizados 471 testes rápidos para detectação da doença e 27 deram resultado positivo.

 

Todos os casos positivos passaram por consultas de aconselhamento e foram encaminhados para tratamento. As ações de testagem rápida de HIV foram realizadas na Arena da Amazônia, Feira Agropecuária de Rio Preto da Eva, na FMT-HVD e na Fundação Alfredo da Mata (Fuam). A Semana de Conscientização foi criada pelo Governo do Estado, através da Lei 4.444/2017. 

 

A diretora presidente da FMT-HVD, Graça Alecrim, reforça a importância do diagnóstico precoce. "As pessoas diagnosticadas durante a campanha estão tendo acesso a tratamento. Isso é o mais importante, porque, apesar de não ter cura para a AIDS, os tratamentos disponibilizados, hoje, oferecem condições para que os pacientes tenham qualidade de vida", ressaltou.

 

A coordenadora estadual de DST/AIDS e Hepatites Virais, Silvana Lima, explica que o teste rápido de HIV está disponível nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Segundo ela, o teste é simples, basta uma gota de sangue e o resultado sai em 20 minutos. "O teste está disponível o ano inteiro e é muito importante que a população faça. O diagnóstico precoce pode garantir maior qualidade de vida às pessoas", disse.

 

Silvana Lima alerta, também, para a importância do uso do preservativo em todas as relações sexuais, como forma de prevenção não só do HIV, mas de todas as doenças sexualmente transmissíveis e gravidez indesejada.  

 

Aplicativo para os jovens – A coordenadora frisa que uma das principais preocupações nos últimos anos tem sido a alta incidência de casos de HIV entre jovens e adolescentes. Por isso, o Governo do Estado passou a disponibilizar o aplicativo "Viva Mais App". A ferramenta, desenvolvida pela empresa Processamento de Dados Amazonas S.A. (Prodam), tem o objetivo de auxiliar os jovens a tirar dúvidas sobre os métodos de prevenção, diagnóstico e tratamento. O aplicativo foi idealizado pela Coordenação Estadual de DST/AIDS e Hepatites Virais, com a parceria do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), por meio do projeto "Viva Melhor Sabendo Jovem". 

 

No aplicativo, o usuário tem acesso a conteúdos informativos, através de games. Ao fazer o login, o usuário responde a um "quiz", questionário em que será possível analisar o grau de risco e vulnerabilidade dele em relação ao HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis. Dentre as perguntas está, por exemplo, a última vez que teve relação sexual sem proteção. O app conta, também, com um "feed" de notícias interativo, com todas as novidades sobre HIV/Aids. O usuário também poderá saber a localização de serviços de saúde para diagnóstico e tratamento do vírus. O app está disponível para o sistema operacional Android e pode ser baixado na loja da Play Store.

Nenhum comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.

Tecnologia do Blogger.