22 de abril de 2017

Léo Pinheiro: depois das acusações, as provas


Segundo reportagem do jornal 'O Globo', ex-presidente da OAS se prepara para apresentar provas de que tríplex estava reservado para Lula
Por Da Redação
access_time22 abr 2017, 18h14 - Atualizado em 22 abr 2017,


Léo Pinheiro presta depoimento ao juiz federal Sérgio Moro (MPF/Reprodução)

O empresário Léo Pinheiro, ex-presidente da construtora OAS, se prepara para apresentar provas de que o tríplex do Edifício Solaris, no Guarujá, estava reservado para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. As informações são do jornal O Globo.


Segundo a reportagem, Pinheiro “tem em mãos informações que incluem agenda de encontros pessoais entre os dois no primeiro ano de investigação da Lava-Jato, além de centenas de telefonemas e contatos relacionados às tratativas” e também. Ainda segundo o jornal, algumas dessas provas foram anexadas à ação judicial sobre o caso.

Na última quinta-feira, em depoimento ao juiz Sergio Moro, Pinheiro afirmou que o tríplex pertencia a Lula, algo que o ex-presidente continua a negar com veemência. Na ocasião, o executivo também afirmou que Lula o orientou a destruir provas que pudessem incriminá-lo na Lava Jato, entre outras revelações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.