Header Ads

Léo Pinheiro: depois das acusações, as provas


Segundo reportagem do jornal 'O Globo', ex-presidente da OAS se prepara para apresentar provas de que tríplex estava reservado para Lula
Por Da Redação
access_time22 abr 2017, 18h14 - Atualizado em 22 abr 2017,


Léo Pinheiro presta depoimento ao juiz federal Sérgio Moro (MPF/Reprodução)

O empresário Léo Pinheiro, ex-presidente da construtora OAS, se prepara para apresentar provas de que o tríplex do Edifício Solaris, no Guarujá, estava reservado para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. As informações são do jornal O Globo.


Segundo a reportagem, Pinheiro “tem em mãos informações que incluem agenda de encontros pessoais entre os dois no primeiro ano de investigação da Lava-Jato, além de centenas de telefonemas e contatos relacionados às tratativas” e também. Ainda segundo o jornal, algumas dessas provas foram anexadas à ação judicial sobre o caso.

Na última quinta-feira, em depoimento ao juiz Sergio Moro, Pinheiro afirmou que o tríplex pertencia a Lula, algo que o ex-presidente continua a negar com veemência. Na ocasião, o executivo também afirmou que Lula o orientou a destruir provas que pudessem incriminá-lo na Lava Jato, entre outras revelações.

Nenhum comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.

Tecnologia do Blogger.