Globo anuncia expulsão de Marcos do ‘BBB 17’

Médico foi eliminado por infringir as regras do reality show ao tratar de forma agressiva a sua namorada, Emilly
Por Da redação
10 abr 2017, 22h26 - Atualizado em 10 abr 2017, 23h22



Marcos está fora do BBB (TV Globo/Reprodução)

A Globo anunciou na noite desta segunda-feira que o médico Marcos está fora do BBB 17. O participante foi eliminado por infringir as regras do reality show ao tratar Emilly, sua namorada no confinamento, de forma agressiva. “A decisão foi tomada, o Marcos está expulso do BBB 17”, informou o apresentador Tiago Leifert logo no início do programa.


O apresentador afirmou que os especialistas da Delegacia da Mulher do Rio de Janeiro que visitaram o Projac nesta segunda para investigar o caso encontraram indícios de agressão física – e não apenas verbal – de Marcos contra Emilly. E como as regras do jogo determinam que agressão deve ser punida com expulsão, prosseguiu Leifert, Marcos foi eliminado.

Veja também

EntretenimentoAtrizes da Globo se unem contra Marcos por agressão no ‘BBB’10 abr 2017 - 19h04

EntretenimentoGlobo erra ao tratar agressão de Marcos como parte do jogo do BBB10 abr 2017 - 16h04

Durante uma discussão do casal na madrugada de domingo, Marcos encurralou Emilly contra a parede, gritou, colocou o dedo em riste no rosto dela e apertou seu pulso e cotovelo. A gaúcha posteriormente reclamou de dor.

Apesar da conduta do médico, a Globo não o puniu no programa que foi ao ar na noite de domingo e se limitou a declarar que estava “preocupada” com a situação. “O comportamento do casal nos preocupa. E a gente sabe que preocupa muito vocês também. E as atitudes do Marcos ontem à noite também nos preocupam”, afirmou Leifert. Naquela noite, Marcos venceu o paredão contra a paratleta Marinalva, que saiu com 77% dos votos.


Internautas, porém, cobraram nas redes sociais a expulsão de Marcos com base em seu comportamento com Emilly. A campanha ganhou o apoio de atrizes da Globo, como Fernanda Lima e Camila Pitanga, que postaram um texto repudiando a conduta do médico. “É preciso que fique claro aqui que as atitudes de Marcos Harter são de truculência e violência, principalmente psicológica, contra Emilly Araújo”, escreveram.

Durante a tarde desta segunda, representantes da Divisão de Polícia de Atendimento a Mulher (DPAM) do Rio de Janeiro foram ao Projac para investigar a conduta agressiva do participante.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

EM COARI ASSASSINO DE MOTO-TAXISTA RESISTE A CERCO POLICIAL E É MORTO

FOGO DESTRÓI MERCADINHO HUDSANDRA EM COARI

POLICIAIS DO 5°BPM/COARI APREENDEM ARMA DE FOGO COM MULHERES NA CIDADE DE COARI/AM