Header Ads

Em ataque no Afeganistão, EUA usam pela 1ª vez 'maior bomba não-nuclear'


Ação mirou cavernas do grupo Estado Islâmico.

MOAB, bomba do tipo lançado no Afeganistão
 MOAB, bomba do tipo lançado no Afeganistão (Foto: Força Aérea dos Estados Unidos)

Os Estados Unidos lançaram pela primeira vez em combate uma bomba MOAB GBU-43, apelidada de "mãe de todas as bombas", segundo informou o Pentágono nesta quinta-feira (13). Esta bomba é a mais potente não-nuclear já usada pelos EUA. De acordo com o porta-voz do órgão, Adam Stump, ela tem 11 toneladas de explosivos.
A bomba foi lançada sobre o Afeganistão por uma aeronave C-130, operada pelo Comando de Operações Especiais da Força Aérea, disseram fontes militares da CNN.
A MOAB foi desenvolvida durante a Guerra do Iraque e havia sido utilizada apenas em testes realizados pela Força Aérea em 2003. Veja abaixo um vídeo do teste:
 Vídeo mostra teste da bomba GBU-43 em 2003

O artefato foi lançado nesta quinta no distrito de Achin, que fica na província de Nangarhar, perto da fronteira com o Paquistão, para atacar túneis e cavernas usadas pelo grupo extremista Estado Islâmico na região.
“Esta é a munição certa para reduzir esses obstáculos e manter o ímpeto da nossa ofensiva contra o ISIS-K”, disse o general John Nicholson, chefe das formas americanas e internacionais no Afeganistão, de acordo com a agência Reuters. “ISIS-K” é como é chamado o complexo de túneis e cavernas usado pelo grupo.
Questionado por jornalistas durante um evento na Casa Branca, o presidente americano Donald Trump disse apenas que estava "muito, muito orgulhoso de nossos militares" e que o uso da bomba foi "mais um evento de sucesso".

Como funciona bomba Moab
 Como funciona bomba Moab (Foto: Editoria de Arte/G1)
Segundo o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, o ataque foi lançado às 19h locais (por volta de 11h30, pelo horário de Brasília). "Os Estados Unidos levam muito a sério a luta contra o Estado Islâmico e, para destruir o grupo, temos que tirar espaço de operação dele, que foi o que fizemos", disse Spicer, acrescentando que mais detalhes seriam dados pelo Departamento de Defesa.
"Os Estados Unidos tomaram todas as precauções necessárias para evitar vítimas civis e danos colaterais como resultado desta operação", disse. Os militares estão atualmente avaliando os danos causados.
Imagem de arquivo mostra teste da bomba MOAB GBU-43/B em novembro de 2003 em base aérea da Flórida, nos EUA
 Imagem de arquivo mostra teste da bomba MOAB GBU-43/B em novembro de 2003 em base aérea da Flórida, nos EUA (Foto: Air Force photo/Handout via REUTERS)
Mapa bomba Moab
 Mapa bomba Moab (Foto: Editoria de Arte/G1)

Nenhum comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.

Tecnologia do Blogger.