11 de abril de 2017

Delegação brasileira começa a embarcar rumo ao principal evento de Jiu-Jítsu do mundo, o World Pro, em Abu Dhabi

Um dos principais eventos de Jiu-Jítsu do Mundo, o World Pro, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, inicia nesta sexta-feira, dia 14 de abril. De Manaus, 24 amazonenses seguem para competição para representar a inédita Seleção Brasileira e os primeiros atletas vão embarcar para a terra do Sheikh Bin Zayed na tarde desta terça-feira, dia 11. O quinteto é formado pelos "cascas grossas" Arcangelo Oliveira, Lucas Duarte, Adriano Gomes, Alex Taveira e Flávio Leonardo. Para a competição, a equipe conta com o apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel) e Ministério do Esporte.

 

O mascote da deleção é o faixa branca Lucas Duarte. Aos 17 anos, o lutador do mestre Sammy Dias, da SD System, irá fazer sua primeira viagem internacional e confessa que está ansioso para sua estreia numa das capitais mais respeitadas da Arte Suave, pela categoria 77Kg. O faixa banca iniciou na modalidade há um ano e avalia o World Pro como uma 'porta' para o sucesso.

 

"Eu já fazia algum tempo Muay Thai e por querer ir para o MMA, iniciei no Jiu-Jítsu. Tenho três lutas (duas pelo Amazon Talent e uma pelo It´s Time), mas estou vivendo um momento importante no Jiu-Jítsu e quero aproveitar essa oportunidade única. Minha meta, agora, é voltar com todas as graduações para o World Pro e me destacar. E para a competição, a principal lição que eu tenho dos meus mestres é não fazer nada diferente dos treinos", disse o atleta, que espera encontrar no evento seus principais ídolos.

 

"Um evento como este reúne a nata do esporte e muitos são exemplos para a gente que está iniciando. Por isso, quero ver o Xandy Ribeiro, o Leandro Lobo e Rodrigo Minotauro (ex-campeão mundial de MMA, que recentemente foi oficializado como vice-presidente da FBJJ)", destacou o lutador, afirmando que vai investir no seu lado agressivo, puxando para a guarda.

 

Outro que também vai estrear o passaporte é Arcangelo Oliveira, que venceu a seletiva National Pro de Jiu-Jítsu, 11 e 12 de fevereiro em Manaus, pela 85Kg. Em Abu Dhabi, o atleta conta que além da categoria, ainda vai tentar levar a melhor pelo Absoluto, até 110Kg. O jovem de 21 anos começou na modalidade há um ano e quatro meses, depois de ser convidado por um pastor a conhecer o esporte. O forte do atleta era a capoeira, mas ao que tudo indica a Arte Suave parece estar ganhando cada vez mais espaço na vida deste amazonense que não tem medo dos adversários.

 

"Eu não queria de jeito nenhum fazer Jiu-Jítsu. Tinha um certo preconceito com esse esporte, até que o pastor Jonas elogiou meu desempenho na capoeira e disse que eu poderia me sair bem no Jiu-Jítsu. Resolvi aceitar o convite e acredito muito em Deus para tudo. No esporte, não é diferente. Por isso, para mim, não tem essa de adversário forte, mas sim de dedicação e fé. Quem treina bastante, consegue êxito, e quem confia no Senhor, não tem medo. A competição é algo simples, difícil é a preparação diária", disse o atleta, que há dois meses treina de segunda a domingo, mais de oito horas por dia.

 

"Estou me preparando muito e quase todas as horas do dia pensando nesta competição, me concentrando. O World Pro não é o único sonho da minha vida, tenho outros, e preciso correr atrás deles para poder realiza-los", afirmou Arcangelo, aluno de Ivaniel Oliveira, da Checkmat.

 

Amazonas segue ainda no ParaJiu-Jítsu

Um dos pontos altos – e inédito – no World Pro será a disputa do ParaJiu-Jítsu, que acontece neste domingo, dia 16. Pela Seleção Brasileira, Alex Taveira (deficiência congênita) e Adriano Gomes (paralisia cerebral) disputam a preta, sendo 56kg e 110Kg, respectivamente, enquanto Flavio Leonardo (amputado) encara a roxa, 85Kg.

 

"Nasci com deficiência congênita na perna direita, mas aos 11 anos de idade fui convidado pela primeira vez a rolar num tatame, eu aceitei o desafio e não pari mais. Na época, tratei de ir fazer um teste com o mestre Márcio Pontes da Nova União. O mestre apostou em mim, disse que eu tinha potencial e desde lá estou no Jiu-Jítsu", contou o atleta, que investiu em descobrir uma maneira de se destacar no chão e ressalta a evolução do World Pro.

 

"Adaptei o jogo de meia guarda, o que me proporciona uma força incrível e excelência diante de qualquer adversário. Para o World Pro, estou muito feliz. É importante um evento como esse ter uma categoria voltada para os PCDs, nos sentimos valorizados e faz com que as pessoas nos enxerguem respeitosamente. Vou com tudo, representando muito bem nosso País", disse.

 

World Pro - Em 2009, por iniciativa do governo de Abu Dhabi - UEA, foi realizado o primeiro campeonato mundial da arte marcial de jiu-jitsu, o World Professional Jiu-Jitsu Cup, e suas seletivas, o Abu Dhabi World Trials e o Nacional Pro. O evento recebeu um investimento de sete milhões contando com a presença de 500 atletas de 40 países, que conquistaram suas vagas em seletivas realizadas em 06 países.

 

Ao todo, este ano, 1.800 atletas de 100 países diferentes são esperados no World Pro, em Abu Dhabi, que terá ainda cerca de US$ 700 mil em premiação. Os demais atletas da Seleção Brasileira embarcam em dias alternados da semana.

Os pacotes para a Abu Dhabi, conquistados no National, são oferecidos pelo Ministério do Esporte.

Seleção BR (em vermelho são os amazonenses)

 

BRANCA / ADULTO / MASCULINO

 

·  Até 77kg  - Lucas Duarte (SD System)

·  Até 85kg  - Arcangelo Oliveira (Checkmat)

 

AZUL / ADULTO / MASCULINO

·  Até 56kg  - Ricardo Guimarães (Game Fight)

·  Até 62kg  - Thalisson Soares (PSLB Cicero Costha)

·  Até 69kg  - Luiz Medeiros (Alliance)

·  Até 77kg  - Alex Santos (Clube Feijão)

·  Até 85kg  - Wilton Junior (Seleção Maranhense)

·  Até 94kg  - Erich Santos (Clube Feijão)

·  Até 110kg – Raphael Santos (Clube Feijão)

 

ROXA / ADULTO / MASCULINO

·  Até 56kg  -Willis Nunes (Alliance)

·  Até 62kg  - Jose Lima (Nova União)

·  Até 69kg  - Guilherme Rosa (Scorpyon Jiu Jitsu)

·  Até 77kg  - Joel Adan (Alliance)

·  Até 85kg  - Vinicius Reis (G13)

·  Até 94kg  - Pedro Elias (NS Brotherhood)

·  Até 110kg – Pedro Pimenta (GF Team)

 

MARROM / ADULTO / MASCULINO

·  Até 56kg  - Cicero Paiva (Nova União)

·  Até 62kg  - Jonas Pereira (Alliance)

·  Até 69kg  - Alexsandro Sodre (Clube Feijão)

·  Até 77kg  - Leandro de Souza (Clube Pina)

·  Até 85kg  - Douglas Amaral (Chekmate)

·  Até 94kg  - Gustavo Batista (NS Brotherhood)

·  Até 110kg  - Mateus Xavier (Chekmate)

 

PRETA / ADULTO / MASCULINO

·  Até 56kg  - Huendel Osaki (Alliance)

·  Até 62kg  - Cleber Fernandes (Almeida JJ)

·  Até 69kg  - Isaque Paiva (Saikoo)

·  Até 77kg  - Gabriel Arges (Gracie Barra BH)

·  Até 85kg  - Diego Silva (Zenith)

·  Até 94kg  - Nicholas Meregali (Allience Mario Reis)

·  Até 110kg  - Jose Junior (Uaejj Team - Training Hall)

           

PRETA / MASTER 1 / MASCULINO

·  Até 56kg  - 1 PACOTE

·  Até 62kg  - Gabriel Moraes (Alliance)

·  Até 69kg  - Ayres Neto (Carioca Team)

·  Até 77kg  - Edson Junior (Arena BJJ)

·  Até 85kg  - Victor Bomfim (GF Team)

·  Até 94kg  - Eduardo Inojosa (Ribeiro Jiu Jitsu)

·  Até 110kg  - Leandro Costa (NS Brotherhood) 

 

AZUL / ADULTO / FEMININO

·  Até 49kg  - Luanne Fernades (Alliance)

·  Até 55kg  - Brenda Larissa (Alliance)

·  Até 62kg  - Miranda Galban  (Equipe Nova União)

·  Até 70kg  - Karol Santos (HBJ Jiu Jitsu)

·  Até 90kg  - Michele Xavier (Saulo Barbosa Jiu Jitsu)

·   

ROXA / ADULTO / FEMININO

·  Até 49kg  - Rita Reis (Ivo Neto BJJ)

·  Até 55kg  - Jeane Maricaua (Orley Lobato)

·  Até 62kg  - Melissa Cueto (Drill Bjj School)

·  Até 70kg  - Cassia Paixão (Ivan Fajjardo Alliance)

·  Até 90kg  - Heloisa Ferreira (Alliance) 

·   

MARROM + PRETA / ADULTO / FEMININO

 

·  Até 49kg  - Angela Angelos (GF Team)

·  Até 55kg  - Ana Talita Alencar (Alliance Los Angeles)

·  Até 62kg  - Bianca Basilio (Almeida JJ)

·  Até 70kg  - Luiza Costa (NS Brotherhood)

·  Até 90kg  - Talita Nogueira (NS Brotherhood)

 

FOTOS: MAURO NETO/SEJEL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.