Header Ads

Subsídios para entidades filantrópicas geram debate no Senado



Atendendo a pedido de vistas coletivo na sessão de hoje (28/03), a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado adiou para a próxima semana a votação do PLS 744/2015, do senador José Serra (PSDB-SP), que cria programa de crédito subsidiado beneficiando as Santas Casas de Misericórdia e outras instituições filantrópicas que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O primeiro a solicitar vistas do relatório da senadora Lúcia Vânia (PSB-GO) foi o senador Eduardo Braga (PMDB-AM). Ele deixou claro seu apoio às atividades das Santas Casas, mas anunciou que pretende dar sua contribuição sobre a situação do endividamento das entidades. "É preciso calibrar os recursos destinados às entidades filantrópicas para garantir o melhor atendimento à população, além de fiscalização na gestão dos recursos", disse.

Após a audiência na CAE, Braga recebeu em seu gabinete o presidente da Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas, Edson Rogatti. O senador garantiu que apresentará seu voto na próxima terça-feira (04/04). "Não tenho interesse em protelar, mas em dar minha contribuição", afirmou.

Na avaliação de Braga, as entidades filantrópicas precisam de nova regulação. "É preciso estabelecer metas e formas de monitoramento da gestão dessas entidades que hoje estão endividadas e com graves problemas de administração", frisou o senador, lembrando que a Santa Casa de Misericórdia de Manaus está fechada há 10 anos por problemas de gestão.

Eduardo Braga reconheceu que as Santas Casas prestam excelentes serviços, outras têm escolas de medicina famosas como as de São Paulo e Porto Alegre, mas, mesmo assim, é preciso fiscalizar os recursos públicos repassados.

Foto: Vagner Carvalho 

Nenhum comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.

Tecnologia do Blogger.