Header Ads

Em duelo de gigantes, Flamengo vence Vasco por 94x86 e leva torcida à loucura na Arena Amadeu Teixeira

Um verdadeiro duelo de gigantes. Assim foi a partida inédita em Manaus entre Flamengo x Vasco, pelo Novo Basquete Brasil (NBB), que ocorreu na tarde deste sábado, dia 11, na Arena Amadeu Teixeira (Loris Cordovil). Em quadra, quem se deu melhor foi o time Rubro-Negro, que venceu por 94x86, descontando o primeiro clássico, que ocorreu no Rio de Janeiro. O evento reuniu 4.104 pessoas e contou com o apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).


A partida, que reuniu as principais torcidas cariocas em Manaus, contou com uma operação de segurança com o efetivo de 200 Policias Militares (PMAM), além de segurança privada e 100 voluntários. O evento teve lugares específicos para a torcida, sendo 70% destinado aos flamenguistas e apenas 30% aos vascaínos.

"Atuando junto com a Polícia Militar, conseguimos ter uma partida tranquila e garantimos a integridade de todos. Agradecemos a todos que foram com o espírito realmente de torcedor e contribuíram com o espetáculo. O basquete por si é um show e os amazonenses abrilhantaram a partida com a receptividade e calor humano. Tenho certeza que para o jogo Flamengo x Brasília o público vai aumentar e o espetáculo será ainda maior", disse o titular da Sejel, Fabricio Lima.

Um dos principais destaques do Fla na partida, o ala-pivô Olivinha parabenizou o torcedor do clube que foi em peso assistir o confronto. A explosão das arquibancadas foi sentida dento de quadra. "Estou bastante feliz com a vitória. Estou no Flamengo há 12 anos, já joguei o clássico várias vezes, e a torcida sem dúvida nenhuma é fundamental para o Flamengo", afirmou o atleta.

Embora a derrota prejudique o Vasco na tabela, o ala-armador Hélio aprovou a atitude da equipe em quadra. "Foi muito bacana jogar aqui em Manaus. Foi um grande espetáculo, um grande jogo, e infelizmente não conseguimos a vitória. Valorizamos até o último minuto a vitória do Flamengo e o parabéns, hoje, é do Flamengo", disse.

Para o treinador do Gigante da Colina, Dedé Barbosa, a equipe Cruz-Maltina ainda está em evolução. "O Flamengo hoje em dia é o time a ser batido. O time do Vasco foi merecedor demais, brigou até o final. Estamos de parabéns e orgulhoso demais. Estamos crescendo com o time, é o nosso primeiro ano (na elite do basquete) e jamais vou dar desculpa para a derrota. O Vasco perdeu e o Flamengo mereceu essa vitória", declarou

O jogo

A previsão de um jogo duro ocorreu. Com as duas equipes impulsionadas pelos fanáticos torcedores, Vasco e Flamengo fizeram uma disputa pegada e com o placar apertado. Dominando o arremesso de três pontos, o Rubro-Negro passou à frente do Gigante da Colina e chegou a ter nove pontos de vantagem com as cestas de três pontos de Marcelinho, Ramon e Marquinhos e dos pontos de ataque de Olivinha. O Gigante da Colina encostou e fechou o primeiro quarto com três pontos atrás: 25 a 22.

No segundo quarto, o treinador do Vasco, Dedé Barbosa, orientou os jogadores a apertarem a marcação, evitando o arremesso de três pontos do rival. O pedido foi atendido e o Vasco liderado pelas cestas de Hélio e Wagner não deixou o rival respirar. Restando 10 segundos para o final do quarto, o ala David Jackson teve a bola roubada na entrada do garrafão, Marquinho recebeu na frente enterrou a cesta de dois pontos e deixou o time Rubro-Negro na frente: 43 a 41.

Com a marcação acirrada tentando evitar os arremessos de três pontos, o Gigante da Colina acabou se descuidando dos lances individuais. O jogador Olivinha aproveitou os espaços dados pela defesa vascaína e se tornou o destaque na partida. O ala-pivô aproveitou os lances de rebote e acabou pontuando nas oito oportunidades de arremesso de dois pontos. Pelo lado do Vasco, David Jackson acertou as três bolas de três pontos fechando o terceiro quarto em 68 a 64.

Os 10 minutos finais do último quarto acabaram sendo aproveitados melhor pelo líder da competição. A vitória do Rubro-Negro acabou sendo construída com os arremessos de dois pontos e pelas jogadas. Ainda com a defesa tentando se encontrar e sem mostrar poder de reação, o Gingante da Colina perdeu a "revanche" pela diferença de oito pontos: 94 a 86.

Desafio do torcedor

Os apaixonados pelo basquete também puderam experimentar a sensação de ser um jogador, nem que fosse por alguns minutos. O público que compareceu à Arena pode participar do Desafio do Torcedor, hora antes do início da partida, na entrada do ginásio. Quem acertou a cesta de 3 pontos ganhou brindes, como ingressos para Flamengo x Brasília, dia 1 de abril, em Manaus.

"Estou feliz por conseguir um ingresso. Acertei os arremessos e consegui um ingresso para o próximo jogo", disse o estudante Isac Sadrac, de 11 anos.

Mais NBB em Manaus

No dia 1 de abril, a Arena Amadeu novamente recebe a equipe Rubro-Negra que desta vez enfrenta o Brasília, às 13h (horário local). O duelo de campeões da NBB teve a vitória do time da Capital Federal na última partida no Ginásio Nilson Nelson em Brasília por 95 a 83. O novo encontro é válido pela última fase classificatória do torneio.

A negociação foi acordada dia 24 de fevereiro entre o titular da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Fabricio Lima, com os representantes   do mandante da partida, o time Rubro-Negro.
FOTOS: MAURO NETO/SEJEL


Nenhum comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.

Tecnologia do Blogger.