Header Ads

PREFEITURA DE BENJAMIN CONSTANT SERÁ REALIZA AÇÕES QUE ANTECIPAM OS IMPACTOS DA CHEIA NAS ÁREAS DE RISCO




A Prefeitura Municipal de Benjamin Constant através da Secretaria de Obras e Urbanismo e, Secretaria de Planejamento e Administração, juntamente com a Coordenadoria da Defesa Civil Municipal, começou nesta terça-feira (07/02) a construção de pontes de madeira nos locais onde a subida das águas dos rios Javari e Solimões já estão sendo impactados pela enchente.

A resposta ao fenômeno que anualmente ocorre, garante o direito de ir e vir às centenas de famílias atingidas.

Três dias antes de o Beco 5 de Setembro, (localizado no Javarizinho) ser inundado pelas águas do rio, a equipe responsável pela construção das pontes já estava no local avaliando a situação e planejando o início dos trabalhos. Este foi o primeiro lugar a ser inundado pelas águas da cheia.

Coordenada pelo Engenheiro Fernando Cunha, secretário municipal de obras, em conjunto com Waldercley Bezerra ‘Agulha’, coordenador da Defesa Civil no município, a construção das pontes começaram de imediato, tendo sido analisadas como prioridade nas ações de resposta a enchente, que dá segurança as pessoas que precisam transitar por estes locais durante este período.

As pontes em madeira, construídas com diferença de 1 metro e meio acima da cota do Rio Solimões – que no dia 04 de fevereiro era de 11 metros e 34 centímetros, vão garantir a circulação de pessoas por um bom tempo.

As estruturas possuem suportes que poderão, de acordo com a subida das águas, serem ajustados caso ocorra a necessidade de elevação deste nível.

“Essa iniciativa do Executivo Municipal através da Defesa Civil é muito importante, uma vez que as famílias que já sofrem com a enchente tem pressa, e essa pressa precisa ser assistida pelos órgãos competentes.

A construção das pontes é apenas uma parte da assistência que nós devemos dar a essas pessoas. Acredito que teremos o apoio não somente do Governo Municipal, mas do Governo Estadual e Federal, para continuarmos dando auxílio a essas famílias, minimizando os prejuízos causados nesse período”, destacou o coordenador da Defesa Civil, Waldercley ‘Agulha’.

Na zona urbana, além do Beco 5 de Setembro, também foram construídas pontes na Rua 5 de Setembro no Centro e na Rua A do bairro Agropalm. Na zona rural, no acesso entre Monte da Redenção a Porto Cordeirinho. Até o momento já foram construídas 570 metros de pontes. Com a de Porto Cordeirinho ligando a comunidade de Filadélfia, programada para esta segunda-feira (13/02), essa estimativa chegará a 770 metros.

Para dona Maria, moradora da comunidade de Monte da Redenção, a ação no início da enchente é de causar surpresa. “Fiquei admirada com a construção da ponte logo que a ‘cheia’ chegou. Todos nós daqui ficamos. Antigamente só ‘iam’ lembrar da gente depois de muita insistência, quando a água já estava era entrando dentro das nossas casas. Fico feliz em saber que o prefeito David está dando o mesmo tratamento ‘de lá’ pra gente daqui da comunidade”, enfatizou.

A Defesa Civil de Benjamin Constant mesmo antes do Rio Solimões atingir a cota de 12 metros – indicativo de alerta, vem respondendo com o apoio da Prefeitura Municipal com ações preventivas ao fenômeno da enchente. Visitações de sensibilização quanto aos cuidados durante este período, assim como a atualização de cadastros dos moradores de áreas de risco, também são algumas das atividades que os voluntários da DC vêm realizando.

Por Olivaldo Bruno – Assessor de Comunicação da PMBC.

Nenhum comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.

Tecnologia do Blogger.