3 de janeiro de 2017

Policiais de folga são convocados para reforçar buscas por detentos foragidos, diz Sérgio Fontes

O secretário de Segurança Pública do Amazonas, Sérgio Fontes, afirmou, nesta terça-feira, 3 de janeiro, que pedirá apoio das Forças Nacionais de Segurança se houver necessidade, mas avaliou que o cenário é de controle da situação no sistema penitenciário em Manaus. Policiais civis e militares do Estado, que estavam de folga, foram convocados para atuar na força tarefa de reforço da segurança, investigações e na recaptura de foragidos.

"Não é que o Estado do Amazonas recusou a Força Nacional. Neste momento, ela não é necessária. Se for, não teremos problema nenhum em pedir. Acho que a população, a sociedade está acima de qualquer interesse. O governador pedirá, se houver necessidade. Estamos com o sistema sob controle. Hoje vamos provavelmente começar a entregar os corpos", disse.

Até o início da tarde, 54 detentos que haviam fugido do Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat) e Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) foram recuperados. "Temos várias informações que estão sendo checadas neste momento. Policiais de folga foram chamados a trabalhar e temos muitas equipes nas ruas pegando os presos", afirmou o secretário.

Barreiras móveis da Polícia Militar estão sendo colocadas em pontos da cidade, rodovias estaduais e na BR 174, estrada que liga Manaus a Boa Vista (RR). O trabalho envolve o setor de inteligência da SSP-AM e também conta com o apoio de denúncias anônimas.

Fontes disse que o inquérito que vai apurar quem liderou a rebelião no Compaj está em andamento e está nas mãos do delegado Ivo Martins, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros. A SSP-AM já possui nomes de alguns envolvidos, mas aguardará a finalização do inquérito para divulgação. Esses detentos serão transferidos para presídios federais, conforme anunciou o governador José Melo na noite desta segunda-feira, 2 de janeiro.

 

Liberação dos corpos – "À medida que eles forem identificados, serão liberados. A Seas já foi designada pelo governador para apoiar as famílias. O auxílio funeral já foi liberado e nós vamos juntamente com a Defensoria e a PGE tratar das indenizações cabíveis", disse Fontes.

 

Para a liberação rápida dos corpos, há um regime de plantão no Instituto Médico Legal (IML), com o apoio de peritos da Polícia Federal.

 

Governador José Melo determina que área social preste apoio aos funerais de detentos e PGE comece trâmites para indenizações

O Governo do Amazonas montou um grupo de trabalho integrado pelas pastas ligadas à área social – Secretaria Estadual de Assistência Social (Seas), Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) – além da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) para tratar das questões referentes ao funeral, sepultamento e apoio social e psicológico às famílias dos detentos mortos durante as ocorrências nas unidades prisionais de Manaus.

A secretária estadual de Justiça e Cidadania, Graça Prola, informou que, conforme a liberação dos corpos, a Sejusc vai apoiar no transporte para locomoção das famílias durante o velório e o sepultamento, enquanto a Seas ficou responsável pelos custos referentes ao funeral. No IML de Manaus, a Seap está acompanhando o processo de identificação dos corpos das vítimas com apoio das famílias, que estão recebendo acompanhamento social e psicológico no local.

A determinação foi dada pelo governador José Melo na manhã desta terça-feira, 3 de janeiro e se estende também à questão das indenizações, que está sendo tratada pela  PGE. A procuradora-geral Heloysa Simonetti, afirmou que os trabalhos no órgão já começaram e nos próximos dias ocorrerão reuniões com a direção da Seap e membros da Defensoria Pública do Estado (DPE) para estipular os procedimentos a serem seguidos para o pagamento das indenizações.

FOTOS: VÍTOR SOUZA/SECOM




Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.