22 de dezembro de 2016

16 MIL REAIS O VALOR DADO PARA A MORTE DE CÍCERO LOPES, PREFEITO ASSASSINADO EM MARAÃ


Qual o valor da vida do ser humano? A esta pergunta a resposta seria simples: Não há dinheiro no mundo que pague! Mas quando a ambição pelo poder e a ganância dominam o coração humano a vida do ser humano perde toda a importância. Uma gravação revela exatamente isso, nos fatos que envolveram a morte do ex-prefeito de Maraã: Cícero Lopes.

No áudio entregue ao Ministério Público do Estado do Amazonas o suposto atirador Zé da Irene conta detalhes do execrável acordo para tirar a vida de Cícero Lopes.  A conversa revela nomes de envolvidos (Magno, Ademir e Balieiro) e é um diálogo entre um suspeito identificado como Gilton e Zé da Irene.

Gilton fala que se sentia mal com tudo o que estava acontecendo por que o Magno várias vezes o havia chamado para planejar a morte do Cícero envenenado. "Ele só falava em matar, matar, matar..." afirma Gilton.

Na gravação Zé da Irene confessa o crime: "Eu fiz por dinheiro... Porque eu estava precisando". Segundo ele Magno se comprometera em depositar o valor de 16 mil reais na conta da irmã de Zé da Irene em troca do homicídio. Diante da revelação Gilton exclama: "Muito pouco, porra".

Zé da Irene revela ainda que além da dinheiro ele ainda seria recompensado com algo mais quando a "poeira baixasse". Além dos 16 mil reais uma casa na chave e que Zé da Irene não iria mais trabalhar no pesado: "Eu iria ficar apenas recebendo em casa".




Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.