DETENTO FOGE DA CADEIA DE COARI PULANDO O MURO, EM SEGUIDA COMETE ASSALTO A UMA LAN HOUSE E DEPOIS É PRESO POR POPULARES



Na manhã de ontem (29.11.16), o detento JOSÉ SOUZA DA SILVA, vulgo "ZÉ BALA", fugiu da Unidade Prisional de Coari, juntou-se com um outro delinquente ainda não identificado, tendo ambos adquirido uma motocicleta pilotado por "ZÉ BALA" e em seguida, por volta das 11h, assaltaram a loja Ciber Yasmin, local onde o comparsa de "ZÉ BALA" desceu da motocicleta, abordou os funcionários do local com arma de fogo em punho e roubou a importância de R$ 500,00 e vários celulares, empreendendo fuga em seguida.

Acontece que, durante a fuga, "ZÉ BALA" conseguiu ser alcançado por populares até a chegada de guardas municipais, os quais o conduziram para a delegacia.

Ao ser ouvido sobre o crime, "ZÉ BALA" revelou que cometeu o crime porque estava sem dinheiro. Sobre sua fuga, disse que fugiu durante o banho de sol, ocasião em que pulou o muro.

"ZÉ BALA" será conduzido novamente à Unidade Prisional de Coari, onde permanecerá à disposição da justiça, isso caso não fuja novamente!
spacer

Sobrevivente em Acidente Aéreo em Coari fala sobre Tragédia Aérea do Time Chapecoense

Sobrevivente de um acidente aéreo em morreram 24 pessoas do município de Coari,  no ano de 2009, Erick Shinoda,  falou sobre o acidente aéreo que matou 71 pessoas na tragédia aérea com os jogadores, jornalistas e profissionais da aviação.  Ele fez a seguinte declaração em sua rede social:

"As vezes nós esquecemos que existe algo muito mais grandioso nas nossas vidas, que é Deus! ... Essa tragédia me trouxe ao passado novamente, quando eu passei por essa mesma situação, perdendo meus familiares e amigos, mas Deus foi tão bom que fez com que eu e meu irmão sobrevivessemos.

Meu sentimento é de tristeza e dor nesse momento tão doloroso com nossos amigos Chapecoenses (que agora sinto como se fosse minha família). Uma  tragédia, onde pessoas cheias de esperança e sonhos se foram, o que nos resta é so rezar para que eles descansem em paz e rezar pelos familiares que sofrem essa perda irreparável e aos que sobreviveram como eu, sintam-se previlegiados por nascer de novo e agradecer a Deus todos os dias pelo dom da vida. #Luto #ForçaChape.
Em 1999, um avião caiu em um acidente aéreo Dos na tarde do sábado (7) em Manacapuru, no Amazonas.  Dos 24 mortos, 20 eram da mesma família e seguiam para Manaus para participar de uma festa de aniversário. Apenas quatro pessoas conseguiram sobreviver ao acidente.

Vinte e duas pessoas foram enterradas na cidade de Coari, de onde partiu o voo, uma em Manacapuru e o piloto foi enterrado em Manaus. Sobreviveram ao acidente Erick e seu irmão Yan da Costa Liberal, Ana Lucia Reis Laurea e Brenda Dias Moraes.
Em sua postagem,  Erick Shinoda,  que passou pela experiência tão dramática de sobreviver a um acidente aéreo, foi solidário ao sofrimento das famílias dos jogadores,  jornalistas e as demais pessoas envolvidas no acidente aéreo envolvendo a delegação do time do Chapecoense, que aconteceu em Medellín,  na Colômbia,  nesta terça-feira dia 29 de Novembro.
spacer

Avião da Chapecoense cai na Colômbia. Há pelo menos 76 mortos

O lateral Alan Ruschel foi um dos sobreviventes confirmados. Ele chegou lúcido ao hospital, com lesões na cabeça. Voo tinha 72 passageiros e 9 tripulantes

Por Leslie Leitão

29 nov 2016, 05h47 - Atualizado em 29 nov 2016, 07h50



A prefeitura de Medellín informa que ao menos 76 pessoas morreram na queda do avião que levava a equipe da Chapecoense. Outras cinco pessoas foram resgatadas com vida, segundo o prefeito Federico Gutierrez. Havia 81 pessoas na aeronave, das quais 72 eram passageiros e as outras nove, tripulantes. A confirmação da informação foi feita pelo general José Acevedo Ossa, comandante da Polícia Metropolitana de Valle de Aburrá.

As primeiras informações indicam que a aeronave não está completamente destruída. A Chapecoense viajava a Medellín, onde disputaria a final da Copa Sul-Americana amanhã contra o Atlético Nacional. O avião se chocou com o solo em uma região montanhosa na cidade de La Union.

As autoridades locais disseram que o avião caiu numa região de difícil acesso e, em virtude das condições climáticas ruins, praticamente só veículos 4×4 conseguem chegar próximo.

Diretor da equipe de resgate, Carlos Ivan Márquez disse que pelo menos 150 pessoas estão trabalhando para tentar socorrer os passageiros do voo. O grupo embarcou em Guarulhos e fez escala em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. Lá, seguiu num voo fretado da empresa Lumia. Por volta das 22h15 (hora local), o avião sumiu dos radares. A causa do acidente ainda não foi esclarecida.
spacer

Polícia Civil incinera 1,7 tonelada de drogas apreendida nos últimos oitos meses em todo o Estado


A Polícia Civil do Amazonas, por meio da Divisão de Recebimento, Análise e Distribuição de Inquéritos e Termos Circunstanciados de Ocorrência e de Armazenamento de Material Apreendido (Drad) da instituição, realizou na manhã desta sexta-feira, dia 25, em atendimento à determinação judicial, a incineração de 1,7 tonelada de entorpecentes, entre maconha e cocaína, apreendida nos últimos oito meses pelas instituições que compõem a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM).

A incineração teve início por volta das 9h, nas instalações da empresa Manaus Limpa – Soluções Ambientais, situada na rua Sete de Setembro, bairro Colônia Terra Nova, zona norte. O procedimento foi acompanhado pelo delegado geral adjunto da Polícia Civil do Estado, Izair Soares da Silva; pelo diretor do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), delegado Geraldo Eloi; integrantes do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera) e peritos criminais do Instituto de Criminalística (IC) da SSP-AM.

Também estiveram presentes no local representantes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), além de batedores da Polícia Militar, que auxiliaram no transporte da mercadoria ilícita. Durante os trabalhos a diretora da Drad, delegada Leila Silva, informou que o material incinerado nesta manhã é a soma de oito meses de apreensões realizadas neste ano, na capital e interior. Na ocasião, a autoridade policial enfatizou que esse procedimento só pode ser realizado após determinação judicial.

"Os entorpecentes só podem ser incinerados após liberação judicial. A partir dessa autorização realizamos todo o procedimento de descarte. Vale ressaltar que as contraprovas ficam armazenadas no IC, caso o Poder Judiciário precise durante os processos criminais. Essa é a segunda incineração que realizamos neste ano. Em junho foram queimadas duas toneladas de drogas", argumentou Leila Silva.

O diretor do DPM da instituição enfatizou a importância dos trabalhos integrados entre as Polícias Civil e Militar no combate à criminalidade em todo o Estado. "Todo esse material que foi incinerado hoje é resultado do trabalho das forças policiais que compõem o Sistema de Segurança Pública do Estado. É algo bastante positivo, que está sendo realizado ao longo dessa gestão. Nós temos conseguido realizar grandes apreensões e, também, prisões relacionadas ao tráfico de drogas", pontuou Geraldo Eloi.

Cautela - A perita criminal do IC Alessandra Berto explicou que durante o processo de incineração é determinado pela Justiça que seja feito o teste de constatação das substâncias ilícitas para evitar qualquer tipo de fraude.  A servidora informou, ainda, que a incineração é um processo não poluente, pois dentro dos fornos existem filtros que impossibilitam a emissão de vapores tóxicos ao meio ambiente.

FOTOS: ERLON RODRIGUES/PC-AM

spacer

Relatório do senador Eduardo Braga foi aprovado com destaques na CMO


O senador Eduardo Braga (PMDB/AM), relator-geral do Orçamento para 2017,  aprovou hoje (24/11), com destaques, na Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO), seu relatório preliminar com regras e diretrizes ao Projeto de lei Orçamentária para o ano de 2017. 

O relatório considera os recursos oriundos da reestimativa líquida da receita orçamentária aprovada pela CMO (R$ 10,1 bilhões), da reserva de contingência (R$ 13,6 bilhões) e de corte em programação (R$ 6,0 bilhões). Esses recursos, que totalizam R$ 29,8 bilhões, serão destinados ao atendimento de emendas individuais (R$ 9,1 bilhões), emendas de bancada estadual e de comissão (R$ 11,0 bilhões) e emendas de relator-geral (R$ 9,7 bilhões).

O acréscimo de dotações primárias no PLOA 2017 está amparado pelo aumento da estimativa de receita aprovado pela CMO e pela mudança na projeção de pagamentos no exercício de 2016 desse grupo de despesas, comunicada à CMO pelo Poder Executivo, de modo que se observa tanto a meta de resultado primário prevista no Substitutivo da LDO 2017 como o teto de gastos objeto da PEC nº 55/2016.

As emendas de relator-geral destinam-se à realização de ajustes necessários ao aperfeiçoamento da peça orçamentária, que deverão abranger: saúde, cujas dotações devem alcançar 15% da receita corrente líquida de acordo com PEC nº 55/2016; auxílio financeiro a estados e municípios para o fomento das exportações; desenvolvimento regional; investimentos em infraestrutura logística; combate e prevenção do uso de drogas; entre outras.

Entre as alterações aprovadas hoje, estão a suplementação de recursos destinos aos Fundos de Desenvolvimento Regional do Nordeste (FNDE), Fundo de Desenvolvimento da Amazônia (FDA), e do Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FDCO) no valor de R$ 856 milhões. Foram também aprovadas emendas que visam promover a implantação de infraestrutura de produção, beneficiamento, distribuição e comercialização do pescado, com aumento da produção e da qualidade dos produtos pesqueiros. Outra emenda tratou do ordenamento, controle e fiscalização da atividade pesqueira.

 

A construção, ampliação,reforma, equipamentos e modernização da infraestrutura esportiva voltada para o desenvolvimento do esporte educacional, recreativo e de lazer, ajudando a reduzir a exclusão social foi outra emenda aprovada durante a sessão.  Foi  aprovado ainda,  destaque  permitindo recursos para a continuidade operacional e administrativa do INPI – Instituto Nacional de Propriedade Intelectual.

 

Com a aprovação dos relatórios setoriais, o relator-geral elaborará seu relatório final que, aprovado pela CMO, segue para deliberação do plenário do Congresso Nacional.

Crédito: Vagner Carvalho

spacer

Governo do Amazonas e Ministério da Saúde entregam quatro Unidades Básicas de Saúde Fluvial para municípios do interior


A saúde da população indígena e ribeirinha ganhou reforço na tarde desta quarta-feira, 23 de novembro, com a entrega de quatro Unidades Básicas de Saúde Fluvial (UBSF), que vão reforçar o atendimento de comunidades afastadas em quatro municípios do interior do Estado, realizada pelo Governo Amazonas em parceria com o Ministério da Saúde.

Os municípios beneficiados foram Barreirinha, Parintins, São Grabriel da Cachoeira e Anamã. A solenidade aconteceu no Porto de São Raimundo, zona oeste da capital e contou com a presença do Ministro da Saúde, Ricardo Barros. 

"Nossa meta é reduzir a mortalidade indígena infantil, até 2019, em 20%, mas isso só será possível ampliando o acesso à saúde das comunidades indígenas mais afastadas. É isso que essas unidades fluviais vão nos proporcionar, uma vez que o interior do amazonas sofre com grandes problemas logísticos", disse o ministro. 

O secretário de Estado de Saúde, Pedro Elias de Souza, explica que a as unidades básicas fazem parte de um projeto, apresentado pela Susam ao Ministério da Saúde, cujo objetivo maior é garantir o atendimento de saúde a toda a população ribeirinha do Amazonas. O projeto foi aprovado e o custeio para construção e equipamentos das unidades é dividido entre as três esferas de governo. 

"A saúde de toda a população é uma prioridade do governador José Melo, a quem eu represento nessa solenidade. Porém as nossas comunidades indígenas e ribeirinhas sofrem com a dificuldade ao acesso aos serviços mais básicos pela dimensão do nosso Estrado. Essa parceria com o governo federal e os municípios será um grande reforço nesses atendimentos e um passo a amais para alcançarmos a todos", disse o secretário.  

Recursos - O investimento total das embarcações foi de R$ 12,2 milhões. O Governo do Estado do Amazonas realizou um investimento de R$ 174 mil para compra dos equipamentos para a Unidade Básica de Saúde Fluvial de Barreirinha. Assim que iniciarem as operações, as UBSF receberão custeio mensal entre R$ 80 mil e R$ 90 mil, vindo do governo federal.

Além dos municípios de Barreirinha, Anamã e Parintins, já existem outras sete unidades em funcionamento nos municípios de Borba, Manicoré, Itamarati, Tonantins, Manacapuru, Tabatinga e Humaitá.  

Serviços e atendimento - Nas UBSF são ofertados serviços de atenção básica como aplicação de vacinas, consultas médicas e odontológicas, acompanhamento de pré-natal, orientação a pacientes portadores de doenças crônicas como hipertensão e diabetes, entre outras. 

As viagens para atendimento dessas comunidades serão mensais e têm duração de 22 dias, sendo 20 dias para o atendimento aos pacientes, um dia para atividades de educação permanente e um dia para elaboração de relatórios referentes à produção. 

A equipe que fará o atendimento em cada UBSF é composta por um médico, dois enfermeiros, um cirurgião dentista, quatro técnicos de enfermagem, um auxiliar de saúde bucal, um técnico de patologia, um biomédico, um nutricionista, quatro microscopistas e oito agentes comunitários de saúde. 

A infraestrutura da unidade conta com salas de recepção e espera, imunização, coleta de material, procedimentos, farmácia, consultórios médico, odontológico e de enfermagem. Para uso da equipe na viagem há dormitórios copa, cozinha, refeitório e banheiros.

FOTOS: VÍTOR SOUZA/SECOM




spacer

Fwd: CULTURA Teatro Amazonas recebe espetáculo 'Experimental em Movimento'

A apresentação conta com a participação do Balé Experimental do Corpo de Dança do Amazonas e alunos do Núcleo de Formação em Dança do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro

Para fechar a temporada de atividades de dança do ano de 2016 em grande estilo, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, realiza neste domingo (27) o espetáculo "Experimental em Movimento". O evento acontece no Teatro Amazonas, a partir das 19h, com entrada franca.

O espetáculo, que integra as comemorações dos 120 anos do principal cartão postal da capital amazonense, fica a cargo do Balé Experimental do Corpo de Dança do Amazonas. Os alunos do Núcleo de Formação em Dança do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro, sob a direção geral da coreógrafa Monique Andrade, diretora do Balé Experimental, também participam da apresentação. 

Para Monique Andrade, o espetáculo será uma oportunidade ímpar de os alunos do Liceu colocarem em prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula, bem como trabalharem em parceria com bailarinos já profissionais. "São jovens muito talentosos, que poderão mostrar o seu crescimento, coreografando obras de amazonenses muito talentosos, em especial, a obra Bodas, que possibilitou uma nova fase de amadurecimento para todos eles, principalmente para os alunos finalistas do curso", ressalta.

Repertório

Durante o espetáculo, serão apresentadas as obras Bodas, de Eduardo Amaral, e Entre Parênteses, de Rodrigo Vieira. A primeira, que será com os alunos do Liceu, é uma releitura de movimentos, gestos e afetos da obra Le Noces, de Bronislava Nijinska, com música de Igor Stravinsky, e estreou no projeto Conexões em Movimento.

Já a coreografia Entre Parênteses é baseada numa quatrilogia do poeta amazonense Aníbal Beça: a vírgula, o ponto, dois-pontos e as reticências. Estreada no projeto Alma de Um Poeta, a obra traz o entendimento de que viver é entender que um dia tudo vai acabar, e tudo o que for importante na vida será destacado "Entre Parênteses".

O secretário de Estado de Cultura, Robério Braga, destaca que o espetáculo reflete o trabalho desenvolvido no campo da formação cultural, desde a fundação do Liceu Claudio Santoro. "Todos esses espetáculos, onde os alunos podem colocar em prática o que aprendem no Liceu junto com bailarinos já profissionais, fazem parte de uma política voltada para a cultura que construímos no passado e que tem dado certo. É um caminho que não podemos abandonar e que vamos continuar construindo no Amazonas", afirma.

Para mais informações sobre outras ações, projetos e atividades desenvolvidas pela Secretaria de Estado de Cultura, acesse facebook.com/culturadoamazonas e o Portal da Cultura (www.cultura.am.gov.br).

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Serviço: Experimental em Movimento – Apresentação com Balé Experimental do Corpo de Dança do Amazonas e alunos do Núcleo de Formação de Dança do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro

Data: Domingo, 27 de novembro de 2016

Local: Teatro Amazonas.

Entrada: Franca.

Horário de início: 19h.

Público-alvo: Livre.

Mais informações: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Cultura (SEC): Aretha Lins (3631-1993 e 99199-9427) e Sarah Viegas (99228-9561).

spacer

Coari também vai receber o dinheiro da repatriação

SERÁ QUE OS FUNCIONÁRIOS VÃO RECEBER OS MESES DE ABRIL,  MAIO E DÉCIMO TERCEIRO?

Inicialmente Coari vai receber: 1.955.746,70.



"O presidente da República, Michel Temer, afirmou que parte do valor arrecadado com a repatriação de recursos será destinado aos municípios brasileiros. Segundo Temer, a quantia ajudará os governos locais a cobrir as despesas de fim de ano". Esta é a deixa para os coarienses ficarem atentos ao fato de que haverão recursos federais para pagar muitos compromissos no final de ano.

De acordo com a Receita Federal, foram regularizados aproximadamente R$ 170 bilhões que estavam no exterior e não eram declarados. Com a entrada desse valor no País, o governo arrecadou R$ 46,8 bilhões com as multas previstas da legislação. É essa quantia que será dividida.

Em entrevista ao Portal Planalto, Temer afirmou que, com os recursos arrecadados pelo governo, será possível repartir com os municípios, dando um fôlego para os prefeitos fecharem as contas no fim de ano. "Isso para todos os municípios brasileiros, sem nenhuma exceção. Portanto, comunique-se com o governo federal, que você saberá a importância que você deverá receber para este fim de ano. Quem sabe até para pagar o 13º salário”, afirmou Temer. O presidente da República tá fazendo a parte dele, resta ao Prefeito fazer também.
spacer

SPORTES - Fábio Trindade volta dos EUA de ‘alma’ lavada, com medalha de ouro e contrato assinado, após dias amargos em solo americano

Dando a volta por cima. É assim que o lutador Fábio Trindade prefere definir a sua atual fase, após retornar de uma temporada de quase três meses consecutivos nos Estados Unidos. Há dois dias em Manaus, ele chegou na terrinha baré com bastante saudade da família, mas também com boas notícias. O casca grossa faturou ouro e bronze, sem e com kimono respectivamente, pelo SJJIF World de Jiu-Jítsu, tornando-se bicampeão do evento e, de quebra, conquistou contrato importante para a carreira.

 

Com apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Fábio participou e venceu o SJJIF após encarar na final Lance Glyn, da Califórnia, e marcar 9x0 sob o adversário. Antes, para chegar a decisão, ele ainda enfrentou Marco Cruzate, do Peru, que acabou ficando na terceira colocação.

 

"Essa não foi a primeira vez que participei do SJJIF. Ano passado também lutei e fiquei com dois ouro na com e sem kimono. Porém a competição desta temporada teve um gostinho especial, pois passei por um momento muito angustiante nos Estados Unidos e estava entrando em depressão e pensei até em desistir da carreira. Logo, o evento significa para mim um retorno", comentou.

 

Os dias tristes de Fábio em solo americano foi devido ao fato de ele ter levado uma multa da Comissão Atlética de MMA do Texas. Isso porque, a entidade considerou que em sua luta pelo Fury FC, em junho deste ano, o atleta pisou de propósito na cabeça de seu adversário, o americano Charles Onteveros.

 

"Eu nunca tive a intenção de pisar na cabeça dele, isso nem aconteceu na verdade. Foi um leve esbarrão e pedi desculpas logo em seguida. Não o machuquei. Porém, a Comissão não entendeu assim, me multaram em mais de dez mil reais e ameaçaram de eu não poder mais lutar nos Estados Unidos. Porém, depois de um tempo, consegui negociar a dívida e começar a pagar em 2017 e tive permissão para continuar a carreira lá. E o primeiro desafio depois desse furacão todo foi o SJJIF", contou ele. 

 

Volta por cima

Como depois da tempestade vem o sol, Fábio não somente conquistou o segundo título consecutivo num dos principais eventos de luta dos EUA, como também chamou atenção da marca Stars, uma empresa de roupas esportivas e kimonos, que fechou um contrato para patrocinar o lutador e também para ele ser o garoto propaganda da empresa. Dos tatames para as 'poses', num piscar de olhos.

 

"Depois dos meus trinta anos eu vou ter que aprender a fotografar e ainda sair bonito na foto", brinca Fábio, ao continuar. "Mas eu não poderia estar mais feliz, acho que nunca estive tão empolgado com a minha carreira, pois esse contrato é uma porta que se escancara e através da marca ainda fui convidado para morar nos Estados Unidos ano que vem, com todo o suporte da Stars. É maravilhoso", disse.

 

E com a 'porta escancarada' para a sorte, Fábio já começa a receber convites para participar de eventos de MMA em L.A. Porém, enquanto o ano não vira, ele se concentra agora na ação social que realiza todos os anos através do Instituto Diego Trindade, nome em homenagem ao irmão de Fábio, que faleceu 2011, vítima de um assalto.

 

"O Instituto é o meu xodó e todo ano a gente se prepara para confraternizar com as crianças que fazem parte dele. É um projeto que representa o meu irmão e que merece toda a atenção e carinho da minha família. A gente recebe o bem e o retribuiu espalhando alegria numa data tão significativa que é o mês natalino. O meu presente, por exemplo, eu já ganhei antecipado este ano", destacou.

 

FOTOS: ANTONIO LIMA/SEJEL e  NATHALIA SILVEIRA/SEJEL

 



spacer

CIDADES - São Paulo de Olivença decreta Emergência por desbarrancamento e Defesa Civil do Amazonas monta plano de reabilitação do cenário de desastre

O município de São Paulo de Olivença, localizado a 985 quilômetros de Manaus, na região do Alto Solimões, decretou Situação de Emergência, por erosão de margem de rio, em evolução, e o Governo do Estado, por meio da Defesa Civil do Amazonas, já está elaborando um plano de reabilitação do cenário de desastre.

“O desbarrancamento, que era iminente, está ocorrendo gradativamente no local e será necessária uma intervenção estrutural na área. A Defesa Civil do Estado está  elaborando um plano de trabalho, que prevê obras de retaludamento da encosta e instalação de estrutura de geocélulas, para a contenção da erosão fluvial. Medidas que devem ser executadas pela Secretaria de Infraestrutura do Estado, com o apoio do Ministério da
Integração Nacional”, enfatizou o Secretário da Defesa Civil AM,  coronel da Polícia Militar do Amazonas, Fernando Pires Junior.

A área impactada neste momento, na orla da cidade é de 1.240 metros. O desbarrancamento, fenômeno natural da região pós-enchente e sequente vazante, afetou nesta fase 66 famílias, que foram atendidas pela Defesa Civil Municipal.

Visita Técnica

Agentes da Defesa Civil do Estado estivem na semana passada no município, em visita técnica, junto com o Ministério Público e a Vara Única de São Paulo de Olivença. Após análise, ficou constatada a necessidade de
intervenção estrutural de contenção do desmoronamento, já que não é possível determinar a dimensão que a erosão vai tomar, por ocorrer de maneira gradual.

spacer

Fwd: CIDADES - Estudante da rede pública estadual é selecionado no Programa Jovens Embaixadores e participará de intercâmbio nos Estados Unidos

Everton Tiago Rocha de Negreiros, de 17 anos de idade, foi um dos 50 estudantes em todo o Brasil selecionados para participar do “Programa Jovens Embaixadores 2017”. Aluno do 3º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Ruy Araújo, localizada no bairro da Cachoeirinha, zona Sul de Manaus, Everton participará de um intercâmbio de três semanas em Washington, nos Estados Unidos. Everton foi escolhido entre mais de 18 mil estudantes de todo o Brasil.

 

Representando a rede pública do Estado do Amazonas, o estudante embarcará para Brasília no dia 10 de janeiro, de onde seguirá para a capital norte-americana. Dentre as atividades do programa, o aluno participará de reuniões com autoridades do governo dos Estados Unidos e líderes comunitários; visitará escolas e projetos sociais; participará de atividades de voluntariado e fará também apresentações sobre o Brasil, sua cultura e seu povo. 

 

Contente por ter sido escolhido entre mais de 18 mil concorrentes, Everton está otimista com o aprendizado que a experiência lhe proporcionará. “Com o intercâmbio, acredito que vou aprender bastante, inclusive coisas que os livros não ensinam. A convivência com outras pessoas vai me ajudar a aperfeiçoar minha fluência em língua inglesa, o que é muito bom para a futura carreira profissional que escolhi”, afirmou o estudante, que pretende cursar Letras em Língua Inglesa.

 

Troca de experiências

Durante o intercâmbio, além de conhecer a cultura norte-americana, Everton, assim como os demais estudantes selecionados no programa, fará uma apresentação sobre o Estado em que mora, destacando, dentre outras características, seus aspectos históricos, culturais e suas potencialidades. Para Everton, a troca de conhecimentos será muito favorável.

 

“Ao falar sobre o Estado do Amazonas, pretendo levar muito da nossa cultura, exaltando o potencial que temos, como a tecnologia. Essa experiência será muito válida, porque não só estarei levando um pouco da nossa cultura, mas também trarei muito aprendizado da cultura de lá”, explicou o estudante.

 

Sonho realizado

Incentivado a concorrer a uma vaga do programa pelo seu professor André Machado, Everton conta que esta foi a terceira vez que tentou participar do programa e uma das razões que o motivaram a não desistir era o sonho de infância em conhecer os Estados Unidos. Agora, entre os selecionados, o estudante afirma que está vivendo a realização desse sonho.

 

“Desde criança tinha o sonho de conhecer os Estados Unidos e agora, sendo um dos estudantes selecionados pelo programa, estou realizando esse sonho. Essa será uma experiência muito boa para mim, por isso incentivo outros jovens da rede estadual que também possuem esse sonho, a não desistirem e correrem atrás do seu objetivo”, mencionou Everton.

 

Jovens Embaixadores

Criado em 2002, o Programa Jovens Embaixadores busca beneficiar alunos brasileiros da rede pública de ensino que são exemplos em suas comunidades por meio de sua liderança, atitude positiva, fluência em Língua Inglesa, consciência cidadã, excelência acadêmica e conhecimento da língua inglesa.

 

O programa é coordenado pela Embaixada dos Estados Unidos e conta com o apoio das secretarias estaduais de educação e Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed). Desde sua criação, o programa proporcionou o intercâmbio a mais de 400 jovens brasileiros da rede pública.

 

FOTO: JHONNY LIMA/SEDUC



spacer

Navio M/S Sirena abre a temporada 2016/2017 de cruzeiros no Amazonas

O navio M/S Sirena abriu nesta sexta-feira, 11 de novembro, a temporada 2016/2017 de cruzeiros na Amazônia, trazendo a bordo 1,2 mil turistas americanos e canadenses que vão passar dois dias na região para conhecer as belezas naturais e históricas do Amazonas. O Sirena é o primeiro dos 20 navios aguardados nessa temporada que deve atrair 24 mil turistas, até junho do próximo ano, para a capital amazonense, e movimentar mais de R$ 40 milhões na economia amazonense.

 

Os turistas desembarcaram na expectativa de conhecer as belezas naturais e históricas da Amazônia. Em Manaus pela primeira vez, o biólogo Edward Cattell, do Triângulo das Bermudas, disse estar ansioso para conhecer a arquitetura da cidade e a flora amazônica. "Foi uma viagem fantástica até aqui. Nunca tinha estado aqui antes. Sou biólogo, quero conhecer plantas, ver a vitória régia e a vida selvagem. Na cidade quero conhecer a arquitetura e comprar três redes", falou.

 

O navio M/S Sirena vai ficar até esse sábado, dia 12, em Manaus, e deve percorrer o município de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus), de onde segue depois para a cidade de Miami (EUA). Conforme a Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), até dezembro devem chegar mais cinco navios na capital. já está em operação o planejamento das ações de segurança e receptividade para garantir a comodidade dos visitantes na Amazônia. 

 

"Vamos trabalhar nesse período para atender de forma hospitaleira e profissional esses turistas. E o nosso papel é oferecer o mesmo tratamento que gostaríamos de receber em qualquer outro lugar do mundo. Todos os órgãos estão empenhados para fazer o melhor para os turistas que vão conhecer nossa região e ajudar, inclusive, em diversos setores da nossa economia", disse Luciana Vieira, gerente de fiscalização de serviços turístico da Amazonastur 

 

Segurança - A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), que vai atuar nesse período com mais de 300 servidores dos órgãos de segurança, já ativou o Sistema de Comando e Controle (CICC) nos diversos pontos de interesse e de maior trafegabilidade dos turistas em Manaus. Entre os locais para esse monitoramento estão os pontos turísticos da capital, como o Teatro Amazonas, o Mercado Municipal Adolfo Lisboa, o Porto de Manaus, entre outros. O espectro de segurança compreende o setor aéreo, terrestre e fluvial. 

 

Cultura – Até junho, o Amazonas vai receber, com os cruzeiros, 24 mil turistas. 
Um dos locais a serem mais visitados está, obviamente, o Teatro Amazonas, que é o símbolo maior da capital e que está completando 120 anos e tem uma programação especial por conta da data. Neste sentido, a Secretaria de Estado de Cultura, aumentou a equipe para atender os turistas que forem ao local. Conforme informações da bilheteria do Teatro, já houve aumento de procura por ingressos das variadas trações culturais da casa, até por conta do fluxo de turistas estrangeiros que já estão em Manaus.

 

A Secretaria de Cultura está incluída entre os órgãos estaduais que atuam de forma integrada para receber os turistas que visitarão a cidade, na temporada de cruzeiros. Todos os espaços administrados pela Secretaria possuem guias bilíngues. No caso do Teatro Amazonas, cabe dizer ainda que há intérpretes de libras e que o espaço que oferece acessibilidade, com rampas, ilha com descrição dos espaços internos, banheiros adaptados, locais reservados especialmente para pessoas com deficiência.

 

Recepção - Uma equipe da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) fez o receptivo dos turistas que desembarcaram do navio M/S Sirena. Guias bilíngues impressos, com informações sobre a cidade de Manaus, foram entregue aos turistas.  De acordo com o diretor de Turismo da Manauscult, João Araújo, durante essas ações de receptivos é importante destacar a ação integrada entre os órgãos.

 

"Até junho continuaremos fazendo um trabalho em parceria para que os turistas sintam-se acolhidos em sua chegada", comentou.

 

Economia – Para essa temporada estão sendo aguardados 24.664 turistas, o que representa um crescimento de 40,23%, em relação à última temporada (2015-2016) que recebeu 18 navios com 17.588 turistas. A injeção de recursos prevista para a temporada 2016/2017 foi estimada em US$ 14.601.088,00, com gasto médio de US$ 296,00, por turista. 

 

FOTOS: JOEL ARTHUS/SECOM

spacer

'Diversidade cultural e combate ao racismo' marcam as discussões do Mês da Consciência Negra nas escolas públicas estaduais

Com o tema “Racismo e preconceito na sociedade brasileira”, a Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) por meio de seu Departamento de Políticas e Programas Educacionais e da Gerência de Atendimento Educacional à Diversidade, deu início nesta semana, às atividades voltadas para o Mês da Consciência Negra, cuja data é comemorada nacionalmente no dia 20 de novembro. 

Como parte da programação, as escolas estaduais Vicente Schettini (Nossa Senhora Aparecida), Arthur Araújo (Nossa Senhora das Graças) e Altair Severiano Nunes (Parque Dez), promoveram na manhã desta sexta-feira (11), a I Mostra de Ações Educacionais Integradas, com apresentação de projetos que trabalham a diversidade cultural no Centro de Convivência do Idoso, no bairro Aparecida.

Executados nas escolas da rede pública estadual, durante a Mostra, foram apresentados os seguintes projetos: “Projeto Mama África”, coordenado pela professora Glaucilene Hauradou e “A África dos Contos”, coordenado pelo professor Lucas Neto, ambos desenvolvidos na Escola Estadual Vicente Schettini. 

Além desses, os projetos “Grupo de Expressões Artísticas e Populares: Brasil, meu Brasil Africano”, coordenado pelo professor Otto Franco e “Caminhos para desconstruir o racismo”, coordenado pela professora Mylena Souza, ambos desenvolvidos na escola Altair Severiano Nunes, também fizeram parte da mostra. 

Os projetos fazem parte do Programa Ciência na Escola (PCE), coordenado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas, (Fapeam), em parceria com as secretarias Estadual e Municipal de Educação (Seduc) e (Semed) e a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti).

A professora de História, Glaucilene Hauradou, coordena o projeto “Mama África” e trabalha há dez anos com estudantes da escola Vicente Schettini. A mostra deste ano reúne projetos muito importantes, que visam o combate ao racismo na sociedade. 

Com cada um desses projetos, a nossa intenção é extrapolar os muros da escola, fazer com que a sociedade comece a entender o que os professores estão discutindo em sala de aula, o que estamos fazendo para combater e superar o racismo. Com os nossos alunos, a proposta é estimular o debate sobre essas temáticas, mediando conflitos que poderão surgir”, explicou a professora. 

Expressões Artísticas - “Grupo de Expressões Artísticas e Populares: Brasil, meu Brasil Africano” foi outro projeto apresentado durante a mostra. Coordenado pelo professor de Educação Física, Otto Franco, a atividade é desenvolvida através de expressões artísticas corporais e também conta com atividades na escola estadual Arthur Araújo e Adelaide Tavares.

“Esse projeto está voltado para o trabalho com o corpo, mas, além disso, buscamos também trabalhar com conteúdo. Dessa forma, buscamos conciliar o elemento cultural como possibilidade de desenvolvimento social do aluno. Antes das apresentações artísticas, os estudantes fazem uma pesquisa apurada sobre a cultura e a contribuição dos negros na formação da sociedade brasileira”, afirmou o professor. 

Respeito à diversidade - Para a estudante do 7º ano da escola Vicente Schettini, Lawany da Silva Souza, 12, o projeto “Mama África” promove a discussão de um tema que ainda está muito evidente na sociedade: o preconceito. “Esse projeto é muito importante porque o preconceito está muito presente em nossa sociedade e para mim, que busco explicações para essas questões, as discussões são muito válidas.

Participando do projeto “Grupo de Expressões Artísticas e Populares: Brasil, meu Brasil Africano”, a aluna do 8º ano da escola Arthur Araújo, Giovana Beatriz Viana, 13, também destacou a relevância da atividade. “Esse projeto incentiva a superação do racismo e também a aceitação das diferenças entre as pessoas, aspectos que devem ser respeitados”, contou a estudante. 

Mês da Consciência Negra - Com rodas de diálogo nas escolas da rede pública estadual, a Seduc organizou uma ampla programação, cujo objetivo é oportunizar momentos para a discussão, reflexão e comemoração em relação à presença do negro na sociedade brasileira e sua participação na construção dessa nação.

 Além disso, as discussões abordam a superação do racismo e do preconceito, destacando a importância que a escola, enquanto instituição social, exerce na sensibilização dos jovens. 

spacer

Secretaria de Cultura oferecerá novo curso no Liceu de Artes de Ofícios Claudio Santoro em 2017

Envolver alunos e família na rotina do sentir e pensar a música. Esta é a proposta do novo curso que será oferecido no Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro (LAOCS), pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura. Sucesso nas grandes escolas de Portugal, a Musicalização visa a construção do conhecimento musical, cujo principal objetivo é despertar e desenvolver o gosto pela música, estimulando e contribuindo com a formação global do ser humano.

A novidade foi apresentada para a equipe de profissionais do LAOCS, na manhã desta sexta-feira (11), por três ex-alunos e professores do Liceu, Elias Ferreira, Bárbara Soares e José Jonas, que nos últimos dois anos estavam cursando mestrado em Música no Instituto Politécnico de Castelo Branco, em Portugal, com apoio integral da Secretaria de Estado de Cultura.

De acordo com o secretário de Cultura, Robério Braga, é papel do Estado promover e estimular novos talentos no desenvolvimento artístico, e esta é uma das principais bandeiras do Governo José Melo no compromisso com a educação e a cultura.

“Incentivamos a ida desses jovens para o Mestrado, com o compromisso que eles voltariam e compartilhariam conosco a experiência e o conhecimento adquirido. É sempre bom trazer novos olhares. O Arejamento de ideias é fundamental para a continuidade das nossas ações. Ações estas que, somados aos esforços individuais desses jovens, contribuíram para que eles conseguissem a bolsa do mestrado e chegassem até aqui. E é isso que todos nós queremos ver, nossos alunos chegando cada vez mais longe na música e em todas as artes”, ressaltou.

  

Participação dos pais - O diferencial do curso de Musicalização na preparação dos alunos iniciantes é que permite ao indivíduo sentir a música com o corpo e identificar a aptidão artística de cada aluno, além do envolvimento com as famílias.

“Lá fora, os pais são mais envolvidos. É preciso incentivar a participação deles, mudar paradigmas, fazer com que todos se envolvam nesse processo. Queremos unir todas as coisas boas nesse projeto com a experiência e participação de toda a equipe do Claudio Santoro”, explicou Bárbara Soares.

  

Projeto Piloto – O Curso de Musicalização visa rentabilizar o ensino do Liceu promovendo o estímulo dos alunos e evitando a evasão. O modelo a ser implantado é o mesmo adotado por grandes instituições de Portugal e que apresenta ótimos resultados.

Inscrição – Ainda está em análise a oferta de 300 vagas para turmas de 7 a 13 anos e a partir dos 14 anos, para o período da matutino e vespertino e a previsão do período de matrícula é para fevereiro de 2017.    


spacer

E agora, José!

Nesse período pós resultados das eleições municipais destacam-se os novos prefeitos eleitos, os mesmos de outrora e, também, os “especialistas” em política, os mesmos de todos os tempos. Para estes, quem ganha ou perde são os velhos caciques dos partidos e não os prefeitos eleitos. Partindo dessa premissa, eles já definiram o candidato à Presidência da República em 2018 pelo Partido da Social Democracia Brasileira – PSDB, cuja sigla nasceu de uma costela do Partido do Movimento Democrático Brasileiro - PMDB, mas ninguém se lembra mais disso.  A constatação óbvia da derrocada do Partido dos Trabalhadores – PT fecha o ciclo de “análises” políticas.

Para realçar o candidato do PSDB, fazem ilações bizarras, para dizer o mínimo. Costumam atribuir a vitória de qualquer prefeito eleito, do Oiapoque ao Chuí, ao apoio dado pelo governador de São Paulo. Qualquer coisa se tranforma em apoio decisivo, “tipo” assim: “quando morou em São Paulo nos anos sessenta, o prefeito vencedor era amigo da amiga de uma cozinheira que trabalhava na casa da prima do governador”. Simples, assim. Com tamanha influência, o resultado só poderia ser a vitória certa do candidato.

Utilizam-se da mesma régua, em sentido oposto, para vaticinar a derrota do pretenso concorrente. Aqui um parêntese só para reforçar que a única função de partidos políticos no Brasil é lançar candidatos. Além de se sustentarem à custa do suado dinheiro do contribuinte, que recebem por meio do Fundo Partidário.

Escolhido o candidato, passa-se à exposição de suas virtudes. Nunca se aponta ou comenta alguma falha, algum projeto mal executado. O único vitorioso dessas eleições, o governador de São Paulo, talvez seja quem exerceu o cargo de governador por mais tempo na história brasileira.

Já o partido dele governa o Estado de São Paulo há 22 anos. Completará 24 anos na época em que ele estiver em campanha prometendo a solução da segurança para o país. Nenhum especialista começa a pesquisar se o número de assassinatos ultrapassou um milhão de pessoas no período em que o PSDB governou o estado. Simplesmente para que, quando o candidato deste partido estiver prometendo a solução para a segurança do país, esse número de assassinatos sirva para um confronto, possibilitando indagar a este candidato o que faria de diferente para garantir a segurança de um país, quando fracassou no próprio estado que governou. 

Ele e a segurança servem de exemplo apenas por já ter sido escolhido pela mídia. Mas, vale para qualquer pretenso candidato e para qualquer área, como educação, saúde, estradas, infraestrutura e todas as demais.

A falta de segurança pode ser atestada por qualquer um, por experiência  própria. No meu caso, em agosto de 2016, minha filha foi assaltada, por um pedestre, ao meio dia de um sábado, na frente do condomínio onde mora. No último dia 31 de outubro, foi novamente assaltada, desta feita por dois homens numa motocicleta, no mesmo lugar. Ela vai continuar pagando um celular que não possui mais.

E esse exemplo pessoal não é dirigido somente ao governador, mas também aos “especialistas” da área de segurança, que vivem defendendo pena branda para “crime de menor potencial ofensivo”. Um celular! Não é pelo objeto. Minha filha teve a sensação de morte, ao ficar encostada numa parede, de costas para eles. Isso é o que chamam de “menor potencial ofensivo”. Se fosse um avião... O que vale menos: um celular para minha filha ou um aviãozinho para o dono da Odebrecht?

Obs: um blablablá danado sobre a “necessária” reforma política, na proporção inversa de um silêncio absurdo quanto ao voto facultativo. Em 2018, ou facultativo ou nulo. Lema lançado.

Pedro Cardoso da Costa – Interlagos/SP

  Bacharel em direito


spacer

Seduc abre processo seletivo para as escolas estaduais de Tempo Integral para o ano letivo de 2017

O Governo do Amazonas por meio da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) lança edital para o processo seletivo para ingresso de alunos nas escolas estaduais de Tempo Integral para o ano letivo de 2017. As inscrições estarão disponíveis no período de 25 a 30 de novembro. Ao todo, serão ofertadas 6.682 vagas para 49 escolas em 20 municípios, incluindo a capital.

 

Do total de vagas ofertadas, 5% são destinadas aos candidatos com deficiência na forma da Lei nº 8.113, de 24 de julho de 1991 e do Decreto nº 3.298, de 20 de dezembro de 1999. Do saldo de vagas restantes, 75% serão destinadas aos candidatos oriundos da rede pública de ensino do Estado e 20% aos candidatos de outras redes de ensino.

 

Inscrições

As inscrições para os candidatos que desejam concorrer às vagas do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio (1º ao 3º ano) estarão disponíveis em qualquer uma das escolas estaduais da Seduc que tenham acesso on-line ao Sistema de Gestão Educacional do Amazonas (Sigeam). Para concorrer a uma vaga na modalidade de Ensino Fundamental nos anos iniciais (1º ao 5º ano) os responsáveis devem realizar a inscrição somente na escola de tempo integral onde desejam obter a vaga.

 

O resultado do processo seletivo será divulgado pela Seduc a partir do dia 12 de dezembro, no mural das escolas participantes e no site da secretaria (www.educacao.am.gov.br).

 

Documentação exigida

No momento da inscrição, o candidato ou seu responsável legal deverá apresentar os seguintes documentos: cópia e original do documento oficial de identificação (certidão de nascimento ou carteira de identidade); boletim escolar original, sem rasuras, contendo as notas até o terceiro bimestre ou equivalente do ano de 2016, com exceção dos alunos da rede estadual, cujas notas serão validadas diretamente no Sigeam; comprovante de residência (preferencialmente no nome do pai, da mãe ou do responsável legal) ou declaração de comprovação de endereço; documento de identificação oficial do responsável legal, quando o candidato for menor de idade.

 

Para as vagas de 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, será necessário apresentar também: comprovante de renda da família, que poderá ser feito por meio de declaração de rendimentos, declaração de imposto de renda ou comprovação de participação da família em programas sociais do Governo Federal, Estadual ou Municipal; formulário socioeconômico (fornecido pela escola); cópia e original do documento oficial de identificação (certidão de nascimento ou identidade) dos demais dependentes em idade escolar, quando o responsável legal pelo candidato declarar no formulário socioeconômico.

 

Critérios de seleção

O processo seletivo para as escolas de 1º ao 5º ano, segundo edital, levará em conta os seguintes critérios: a proximidade residencial do candidato, devendo o mesmo residir em um dos bairros ou sub-bairros que estejam incluídos dentro do raio de atendimento da escola desejada; comprovação de participação da família em programas sociais do governo federal; estadual ou municipal; maior número de filhos do responsável legal, em idade escolar na educação básica; comprovação de renda da família feita por meio de declaração de rendimentos ou declaração de imposto de renda. Em caso de empate, o critério de menor renda salarial da família será considerado. Persistindo o empate, será adotado o critério de menor idade do candidato, considerando ano, mês e dia de nascimento.

 

Para as escolas de tempo integral que ofertam a modalidade de 6º ao 9º ano e Ensino Médio, a proximidade residencial do candidato também será considerada, além da média da somatória das notas dos componentes curriculares de Língua Portuguesa e Matemática. As somatórias das notas deverão seguir o padrão da rede estadual, sendo o mínimo de 18 pontos e no máximo 30 pontos até o 3º bimestre. Havendo empate, será adotado o critério de menor idade do candidato.

 

Matrículas - As matrículas dos candidatos aprovados no processo seletivo serão realizadas no período de 4 a 6 de janeiro de 2017, no horário das 8h às 17h.

A relação das escolas estaduais de Tempo Integral com vagas disponíveis, bem como a relação de documentos para a efetivação da matrícula poderão ser consultadas no EDITAL PS-ETTIS 2017-1.


Foto: Roberto Carlos/Secom


spacer

José Alves Pacífico assume a Casa Civil do Governo do Amazonas

O novo chefe da Casa Civil do Governo do Amazonas é o advogado José Alves Pacífico. A nomeação feita pelo governador José Melo foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira, dia 3 de outubro e a posse do cargo será feita na próxima semana. Com ampla experiência na área, Pacífico assume o cargo em substituição a Raul Zaidan.

Primeiro Procurador-Chefe da Assembleia Legislativa do Amazonas, no fim da década de 1970, Pacífico já chefiou a Casa Civil tanto do Governo do Amazonas quanto da Prefeitura de Manaus. A primeira experiência no cargo foi em 1987, durante o primeiro governo de Amazonino Mendes. Ele seguiu a frente da pasta durante o governo sucessório do governador Vivaldo Frota, no início da década de 1990. Depois Pacífico comandou a Casa Civil nos outros mandatos de Amazonino a frente do governo estadual e da Prefeitura de Manaus.

Antes de assumir a Casa Civil do governo José Melo, o advogado era o secretário-geral do Tribunal de Justiça do Amazonas, durante a presidência da Desembargadora Graça Figueiredo. A posse de Pacífico ainda não está marcada. “Aceito o desafio em função da experiência. Vou exercer a competência da Casa Civil assistindo diretamente ao governador. O trabalho virá em decorrência disso”, disse o novo chefe da Casa Civil do Governo.




spacer

SUSPEITO É PRESO EM COARI APÓS TENTAR ESTUPRAR SUA VIZINHA DE APENAS 14 ANOS DE IDADE

Ontem (31.10), pela tarde, o mototaxista CARLOS BRASIL MONÇAMBIQUE, 28 anos, foi preso em flagrante delito por policiais militares lotados no 5º BPM-Coari, suspeito de tentar estuprar sua vizinha, uma adolescente de apenas 14 anos de idade.
O fato ocorreu por volta das 15h, na casa de CARLOS BRASIL, localizada na Rua Biorana, bairro Ciganópolis.

Segundo a vítima, antes de ser levada para o local do crime, ela aguardava sua colega que fazia compras em um comércio próximo, ocasião em que foi surpreendida por CARLOS BRASIL, o qual segurou com força em seu braço e disse para não gritar, se não ia se ver com ele, tendo ela se submetido ao suspeito, o qual a arrastou para dentro da casa dele, levando-a para um quarto, local onde segurou sua cabeça e passou a beijá-la na boca e a tocar em suas partes íntimas, tendo nesse momento dito para a vítima que se falasse algo para alguém, iria fazer algo pior com ela. Na sequência, ela conseguiu se desvencilhar dele e fugiu correndo do local e imediatamente contou para sua genitora, a qual acionou a Polícia Militar, que conseguiu prender o suspeito na casa dele pouco tempo depois.

O suspeito nega a autoria do crime e disse que se trata de armação da vítima. Ele foi conduzido para a Unidade Prisional de Coari, onde permanecerá à disposição da justiça.


CARLOS BRASIL MONÇAMBIQUE
spacer

Adail Pinheiro vai para o regime semiaberto após duas semanas no Compaj

Em Coari muitos foguetes e carreata após confirmação da decisão jurídica


Foto que circulou nas redes sociais momento após saída temporária do ex-prefeito por 7 (sete dias). No primeiro plano, o prefeito eleito de Coari Adail Filho, o pai Adail Pinheiro e a vice-prefeita Eleita de Coari Mayara Pinheiro.

De acordo com o notícia divulgada no Jornal A Crítica, partir desta terça-feira (1°), Adail Pinheiro passou a cumprir a sua pena em regime semiaberto. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) e pelo advogado do ex-prefeito de Coari, Francisco Balieiro, que relatou que há três meses entrou com um pedido na Justiça solicitando a mudança de regime. A autorização foi concedida pelo juiz titular da Vara de Execuções Penais (VEP), Luís Carlos Valois, após o réu preencher os requisitos para a concessão de progressão de regime prisional.

No início da tarde de hoje, Adail, que estava preso há dois anos e meio, foi liberado por sete dias para a saída temporária do feriado do Dia de Finados. Para Balieiro, a mudança de regime é um direito do seu cliente, visto que ele cumpre todos os requisitos para a mudança de regime. Em nota, a Seap informou que as saídas temporárias são autorizadas pela Justiça, com base na Lei de Execução Penal (Lei nº 7.210/84) e é destinada apenas para presos do regime semiaberto. A VEP autoriza o uso dos 35 dias concedidos a cada interno do semiaberto em cinco períodos de sete dias durante o ano para datas comemorativas específicas, tais como Natal, Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Pais e Finados, para a confraternização e visita aos familiares.




spacer

AUTOR DOS DISPAROS CONTRA O HÓSPEDE DO HOTEL MF5 É ASSASSINADO EM COARI

Com informações da delegacia Interativa de Coari

A Delegacia de Coari conseguiu identificar KENISON SANTOS NASCIMENTO, 18 anos, vulgo "CHEIRO", como sendo o autor dos três disparos de arma de fogo que atingiram a vítima Carlos Alberto, hóspede do hotel MF5, fato ocorrido em frente deste local no dia 30.10, por volta das 19h56min, ocasião em que a vítima teve seu aparelho celular roubado por dois delinquentes.

KENISON foi morto ontem à noite (31.10), por volta das 20h, atrás do GM, bairro Duque de Caxias, por um delinquente ainda não identificado que desceu da garupa de uma motocicleta e efetuou dois disparos de arma de fogo nas suas costas, provocando sua morte ainda no local.

Ainda ontem, ao ser apresentada a fotografia de KENISON para a vítima de tentativa de latrocínio, a mesma o reconheceu como sendo o assaltante que efetuou os disparos contra sua pessoa.

As investigações irão prosseguir a fim de identificar o outro coautor da tentativa de latrocínio contra a vítima Carlos Alberto, bem como para descobrir os autores do assassinato de KENISON.

KENISON e a imagem da tentativa de latrocínio contra a vítima Carlos Alberto

spacer