Coari, infelizmente, continua mantendo sua fama de cidade violenta. Os acontecimentos mais recentes de homicídio continuam aumentando as estatísticas e dilacerando os corações dos familiares que perdem seus entes queridos para a violência. Vítimas que pagam um preço inestimável com suas próprias vidas de uma violência que não deveria existir em uma cidade tão pequena como é a cidade de Coari.

Os coarienses amanheceram lamentando a morte da professora Silma Fialho dos Santos, 48 anos e de sua filha a psicóloga Suelen Fialho, 24 anos. O crime aconteceu na noite desta quarta-feira (14) no Bairro Chagas Aguiar por volta das 20:30h. Elas estavam na frente de uma casa, no referido bairro,  quando um homem à bordo de uma moto,  passou pelo local e disparou uma arma de fogo,  matando à  sangue frio as duas mulheres.

A polícia investiga o caso. A população está atemorizada diante dos casos de violência que só aumentam,  principalmente envolvendo homicídio por arma de fogo.