REPRESENTANDO COARI, RAIMUNDO MAGALHÃES GANHA PRÊMIO ESTADUAL “SEBRAE PREFEITO EMPREENDEDOR"

O prefeito Municipal de Coari, Raimundo Magalhães, receberá nos próximos dias uma importante premiação Estadual.
Nesta quarta-feira (30), o representante do município recebeu a informação que é o grande ganhador na categoria "Implementação e Institucionalização da Lei Geral" da IX  edição do prêmio SEBRAE Prefeito Empreendedor.

A notícia que chega de forma positiva, é mais um reconhecimento de 11 meses de gestão municipal, que está conseguindo com trabalho, dignidade e respeito desenvolver o município de Coari.
De acordo com a diretora do departamento de desenvolvimento econômico da Secretaria Municipal de Planejamento e Comunicação (Semplac), Deivilani Reis, ainda em 2015, o projeto intitulado "Lei Geral Ativa a Economia Local, dos Pequenos Negócios no Município de Coari", foi inscrito para concorrer à premiação, juntamente com as demais categorias.
No total, 26 municípios concorreram à premiação, sendo a grande vencedora nesta categoria o projeto idealizado pelo Governo Municipal, com 92 pontos de aprovação. Um dos motivos pelo qual Coari teve esta alta pontuação, deve-se também a uma série de exigências para participar do prêmio.
A diretora explica ainda que um dos orgulhos do Governo Municipal é de ter sido o único município a entregar o "Plano de Compras" e também o termo de cooperação técnica – ao Sebrae – Amazonas. "É um motivo de orgulho para todos nós cidadãos de Coari. Este prêmio vem para confirmar toda a responsabilidade que o prefeito vem exercendo no município", ressaltou.

SOBRE O PRÊMIO
  A IX Edição do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor será concedido a prefeitos municipais de todo o Brasil e a administradores regionais do Distrito Federal (DF) e de Fernando de Noronha (PE).
  Serão premiados gestores que tenham implantado projetos com resultados comprovados, ainda que parciais, de estímulo ao surgimento e ao desenvolvimento de pequenos negócios e à modernização da gestão pública, contribuindo de forma efetiva para o desenvolvimento econômico e social do município.
  
  Os projetos podem ter como foco empresas formais ou em processo de formalização, individuais ou organizadas em consórcios e associações, de qualquer setor e localizadas em áreas urbanas e rurais  Cada município poderá inscrever até 2 projetos na premiação, sendo 1 em cada uma das seguintes categorias:
Melhor Projeto/ Implementação e Institucionalização da Lei Geral / Compras Governamentais de Pequenos Negócios / Desburocratização e Formalização / Pequenos Negócios no Campo / Inovação e Sustentabilidade /  Municípios Integrantes do G100 / Inclusão Produtiva com Segurança Sanitária.

Comentários