Header Ads

CIDADES: Feira apresenta produtos confeccionados por pacientes do Centro de Reabilitação


Com o objetivo de divulgar parte do trabalho desenvolvido pelos pacientes nas oficinas terapêuticas, o Centro de Reabilitação em Dependência Química Ismael Abdel Aziz lançou essa semana o projeto piloto feira itinerante Art Motiva. O Centro de Reabilitação é uma unidade do Governo do Amazonas, administrado pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam), por meio do Instituto Novos Caminhos – Organização Social, e está localizado no km 53 da rodovia AM-010, estrada que liga Manaus a Rio Preto da Eva.

 

A feira, organizada pelas oficinas terapêuticas oferecidas no Centro de Reabilitação, teve sua primeira edição no refeitório da unidade, nos dias 11 e 14, e permitiu a exposição peças únicas de vários artesanatos feitos pelos pacientes em tratamento. Arte em bambu, pintura em tela, biojoias, arte em fuxico e iguarias regionais, como bolos, tortas, sanduíches, foram exibidos na exposição.

Durante o evento que lançou o Art Motiva, o diretor da unidade Pablo Gnutzmann agradeceu a equipe responsável pela organização do projeto e enfatizou a importância do trabalho para os pacientes do Centro de Reabilitação. “A apreciação dos objetos expostos na feira Art Motiva é um fator motivador para os pacientes continuarem a realizar os trabalhos, o que funciona como coadjuvante no tratamento”, explicou.

 

Oficinas terapêuticas - Panificação e confeitara, pizzaiolo, corte e costura, cabeleireiro, informática, biojoias, artesanato, pintura, música e arte circense são as oficinas terapêuticas ofertadas no Centro de Reabilitação, onde os pacientes trabalham suas habilidades cognitivas e ainda têm a oportunidade de se profissionalizar, uma vez que a unidade de tratamento tem parceria com o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) e Secretaria de Estado do Trabalho (Setrab), que garante aos paciente as certificações dos cursos.

 

O paciente Joel Vieira (nome fictício) afirma que se sente inspirado ao ver sua arte ser apreciada por outras pessoas. “Esse trabalho me ajudou a enxergar que todos nós temos capacidades que, muitas vezes, ficam escondidas pelo uso das drogas. Queria muito que minha família estivesse aqui para ver o quanto progredi”, ressaltou.

 

Ampliação - A feira acontecerá mensalmente e terá duração de dois dias. Futuramente, o projeto será ampliado e passará a ser apresentado em lugares como os Centros de Apoio Psicossocial (CAPs), policlínicas e Unidades Básicas de Saúde (UBS) da capital, que são as portas de entrada para o tratamento no Centro de Reabilitação.

 

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Nenhum comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.

Tecnologia do Blogger.