13 de janeiro de 2016

Transferência via TED deixará de ter valor mínimo, diz Febraban


Limite atual é de R$ 250. Operação permite que o dinheiro fique disponível no mesmo dia.
13/01/2016 14h49 - Atualizado em 13/01/2016 14h49
Do G1, em São Paulo
A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) anunciou nesta quarta-feira (13) que as transferências eletrônicas via TED deixarão de ter valor mínimo a partir de sexta-feira (15). Hoje, apenas transferências a partir de R$ 250 podem ser feitas por meio dessa motalidade.

Criada em 2002, a TED permite a transferência de recursos entre bancos diferentes com crédito no mesmo dia. Em outras formas de movimentação financeira, como o DOC (Documento de Crédito) ou cheque é preciso aguardar pelo menos um dia para a conclusão da operação.
Segundo a Febraban, a medida irá "facilitar a vida do consumidor na hora de fazer transferências de dinheiro entre bancos diferentes".
O limite para TED vem caindo de ano para ano. Em 2003 estava em R$ 5 mil. Em 2010, caiu para R$ 3 mil. E, em 2012, para R$ 2 mil. Em 2014, o valor passou de R$ 1 mil para R$750. No ano passado, duas reduções levaram o limite a R$ 250.
As tarifas cobradas para a realização de TED variam de banco para banco. Para saber os preços praticados, os consumidores podem consultar o Sistema de Divulgação de Tarifas de Serviços Financeiros (STAR) pelo site www.febraban-star.org.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.