Header Ads

'Impopularidade não é crime', diz Wagner sobre impeachment

O ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, utilizou sua página pessoal no microblog Twitter nesta segunda-feira (4) para comentar sobre o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Para o ministro, não há "fundamentação jurídica" para que o processo siga e a "impopularidade" da presidente "não é crime".
O processo de impeachment de Dilma foi autorizado em dezembro do ano passado pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
Wagner também afirmou que o governo irá obter "muito mais do que os 171 votos necessários" para barrar a tramitação do processo e que o impeachment "não sobreviverá aos primeiros testes na Câmara".

Nenhum comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.

Tecnologia do Blogger.