PELA PRIMEIRA VEZ NO BRASIL UM SENADOR É PRESO QUANDO DO EXERCÍCIO DO MANDATO

O senador Delcídio Amaral em Brasília(Geraldo Magela/Agência Senado/VEJA)


Se a corrupção é escandalosa no Brasil, e se tanto desmandos ficam impunes nos municípios e estados da Federação, um fato novo tem chamado a atenção dos brasileiros. A prisão dos "grandões", de grandes empresários e na manhã desta quarta-feira (25) a prisão de um senador da república em pleno exercício do mandato, chamam a atenção para o fato de que no Brasil só eram presas pessoas pobres, discriminadas e excluídas pela sociedade.


O senador preso hoje, é nada menos que o líder do governo no senado federal Delcídio do Amaral (PT-MS). A ação foi autorizada pelo ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), por suspeitas de que o senador estivesse obstruindo as investigações sobre o escândalo do petrolão. Também foram presos o banqueiro André Esteves, do BTG Pactual, e Diogo Ferreira, chefe de gabinete do petista.

Aquela frase que dizia que rico não ia preso no Brasil perde o efeito, que apenas os três "p" é que eram punidos pela sociedade também passa a ser uma realidade do passado. Não é que este blogueiro tenha prazer na prisão de quem quer se seja, o bom seria que todos agisse com transparência e honestidade para não pararem nas páginas policiais... Mas já que as investigações apontam a necessidade da prisão, é justo que todos os fatos sejam apurados para que haja o julgamento justo e isento e os culpados pelo desvio de tanto dinheiro público, sejam julgados dentro do rigor da lei.

Comentários