EUA atacam caminhões que o EI usava para transportar petróleo


Terroristas do EI podem obter mais de US$ 40 milhões mensais graças à produção e exportação de petróleo

16/11/2015 às 08:01 - Atualizado em 16/11/2015 às 11:09

Aviões americanos atacaram nesta segunda-feira mais de 100 caminhões que o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) usava para transportar o petróleo obtido nas regiões ocupadas na Síria. De acordo com o jornal The New York Times, que cita fontes oficiais, 116 caminhões foram destruídos nos ataques, que ocorreram perto de Deir ez Zor, em uma região síria controlada pelo EI, junto à fronteira com o Iraque. O ataque pretendia, segundo a publicação, acabar com uma das principais fontes de financiamento do grupo radical islâmico, segundo as fontes.


LEIA MAIS:

Publicidade

As vítimas da covardia do Estado Islâmico

A caçada aos terroristas

No interior da 'célula de crise'

Sérvia identifica como refugiado um dos suspeito de ataques

A operação foi realizada por quatro caças A-10 e dois tipo AC-130 que os EUA mantêm em uma base na Turquia. Esses ataques ocorrem 48 horas depois dos atentados terroristas que integrantes do EI perpetraram em Paris na sexta-feira, nos quais morreram ao menos 129 pessoas.Segundo o jornal americano, a operação faz parte de um plano que tem como objetivo destruir os recursos utilizados pelos terroristas para ampliar seu potencial militar.

As autoridades americanas acreditam que o EI pode obter mais de US$ 40 milhões mensais graças à produção e exportação de petróleo nas áreas que controla na Síria e no Iraque, onde os jihadistas proclamaram um "califado".

(Com agência EFE)

Comentários