Header Ads

COARI: ACONTECEU VIROU NOTÍCIA


Ministério Público X Defensoria de Coari 
A coluna SIM&NÃO do Jornal A Crítica destacou:
Uma portaria assinada pelo promotor de Coari, José Felipe da Cunha Fish, criou uma crise institucional entre o Ministério Público Estadual (MPE-AM) e a Defensoria Pública do Estado (DP-AM). No ato, o promotor critica a DP-AM pela convocação dos dois defensores públicos que atuavam no município para Manaus. E reclama que passados quase seis meses, a cidade continua sem assistência dos advogados públicos. José Felipe pede que o defensor público-geral obedeça a Constituição Federal.
Irritado, o defensor público-geral, Ricardo Trindade, classifica de descabida e exagerada a decisão do promotor em instaurar um procedimento. Defende que a questão poderia ser esclarecida por meio de um ofício enviado à DP-AM.

O sub-defensor público-geral, Rafael Vinheiro, responsável pelas ações da DP-AM no interior, diz que os dois defensores foram convocados a Manaus porque o prédio onde trabalhavam, no Fórum do município, passa por reforma. A obra é tocada pelo Tribunal de Justiça (TJ-AM)  
Presença do Prefeito de Coari requisitada 
Um requerimento apresentado pelo senador Marcelo Crivela (PRB/RJ) à Comissão de Assuntos Econômicos mostra que o Estado do Amazonas está entre os maiores credores da Petrobras. No documento, Crivela pede a realização de audiência pública para tratar sobre o endividamento da Petrobras com entes federados. Para isso, solicita a presença do presidente da empresa, Aldemir Bendine, da diretora-geral da ANP, Magda Chambriard, e do titular da Sefaz, Afonso Lobo. Para participar da audiência pública no Senado, Crivela solicita a presença de apenas mais dois participantes: o secretário de Fazenda do Rio de Janeiro e o prefeito de Coari, cidade onde a empresa mantém operações e um gasoduto
Inspeção do Tribunal de Contas

O Diário do Amazonas informou que:

A Secretaria Geral de Controle Externo do Tribunal de Contas do Estado (Secex/TCE-AM) inicia, no próximo dia 19 de julho, a segunda etapa de inspeções nos municípios amazonenses, referente à prestação de Contas do ano de 2014, entregues ao TCE até o último dia 31 de março. Ao todo, serão fiscalizados 33 municípios por técnicos da Corte de Contas,  Coari será um deles. O trabalho das equipes seguirá até o dia 10 de agosto. As informações são do Departamento de Comunicação do tribunal.

Enchente 


O 26º Monitoramento Hidrológico do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), divulgado na tarde dessa sexta-feira, mostra o fim do período de enchente e o início da vazante dos rios no Amazonas. Nas estações de Itapeuá (Coari) e Manacapuru, os níveis ainda estão acima da cota de inundação com pouca variação tendendo ao início da vazante.

Nenhum comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.

Tecnologia do Blogger.