Header Ads

Encontrada na Nigéria fossa com centena de corpos

ma fossa comum contendo "uma centena de corpos" foi descoberta no nordeste da Nigéria, na saída de Damasak, retomada em 9 de março do grupo islamita Boko Haram pelos exércitos do Chade e do Níger, declarou nesta sexta-feira à AFP o porta-voz do exército chadiano.

"Estamos no meio de uma centena de corpos espalhados sobre a ponte", situada na saída desta cidade próxima do Níger, afirmou o coronel Azem Bermandoa Agouna, que se deslocou para o local após a descoberta feita pelos soldados.

Vários dos corpos encontrados estavam decapitados. "Há cabeças para um lado e corpos para o outro, a fossa começa parecer um cupinzeiro", acrescentou.

"A maioria das pessoas foi morta a tiros", indicou, ainda que algumas "tenham sido decapitadas".
De acordo com o coronel, "este massacre deve ter acontecido há um ou dois meses e foi obra do Boko Haram".

Contudo, é impossível verificar esta informação de maneira independente.

Os exércitos do Níger e Chade lançaram em 8 de março uma vasta ofensiva conjunta contra o Boko Haram na Nigéria. Eles retomaram Damasak dos islamitas nigerianos, de acordo com uma fonte de segurança do Chade.

Segundo esta fonte, as baixas foram pesadas: cerca de 200 combatentes do grupo extremista foram mortos, para 10 mortos e 20 feridos entre os soldados do Chade.

A operação denominada "Mai Dounama", em homenagem a um imperador de Borno (estado da Nigéria) do século 13, visa "destruir" as base do Boko Haram perto do Níger.

O Boko Haram havia tomado Damasak em 24 de novembro, matando cinquenta pessoas e obrigando 3.000 outros a fugir, de acordo com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados.

Nenhum comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.

Tecnologia do Blogger.