6 de novembro de 2014

Senado aprova projeto que altera indexador das dívidas dos estados e municípios


Por unanimidade, o Plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (5) o projeto que altera o indexador das dívidas dos estados e municípios com a União (PLC 99/2013).  O projeto troca o indexador que, atualmente, tem correção monetária pelo índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI), mais juros de 6% a 9% ao ano, pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), mais juros de 4% ao ano e com limitador da taxa Selic.



O objetivo do PLC é evitar que a soma dos encargos fique muito acima da taxa de juros e que os estados e municípios acabem pagando juros mais elevados do que os vigentes no mercado à União.


O líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB/AM), ressaltou a importância dessa aprovação para que novos projetos fiscais caminhem nessa direção.


“Estamos aguardando, agora, a votação da Câmara com relação à partilha do ICMS do comércio eletrônico, e começa a tramitar nesta Casa uma proposta de emenda à Constituição com relação aos índices de ICMS, a questão do Fundo de Desenvolvimento Nacional e a questão do fundo de compensação. Portanto, esta matéria, hoje, é mais um passo que o governo e toda a nossa base celebra por uma grande votação, que restitui investimentos nesta direção”, comemorou Braga.


O PLC 99/2013 segue agora para sanção da Presidente da República.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.