Header Ads

Procuradoria da Mulher do Senado reúne autoridades em Manaus para debater a violência contra as mulheres

A Procuradoria da Mulher do Senado realiza nesta sexta-feira, dia 21 de novembro, o seminário "Violências Silenciadas e Silenciosas: Um olhar ao redor", no auditório da Universidade UniNilton Lins, a partir das 19h, reunindo autoridades no Amazonas que tratam da questão, cada vez mais grave em todo o País, conforme demonstram as estatísticas oficiais e o noticiário nacional. O evento é parte, no Estado, dos 16 dias de ativismo, um movimento mundial que luta contra esse tipo de violência, que mata e destrói lares e famílias.

O seminário terá palestras da procuradora da Mulher do Senado, a senadora amazonense Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), da vice-presidente do Conselho Estadual do Direito da Mulher, Graça Prola, da capitã da Polícia Militar do Amazonas (PMAM) Adriana Salles, que é coordenadora do Ronda Maria da Penha, da juíza federal Jaiza Fraxe, além de lideranças amazonenses que lidam com o tema, de enfrentamento e de fortalecimento das políticas que defendem os direitos da mulheres e sua integridade plena na sociedade.

A senadora Vanessa abrirá sua palestra com um vídeo, considerado chocante e que ilustra bem a violência que as mulheres ainda enfrentam na sociedade, em especial em seus próprios lares. "Esse é um tema que deve ser sempre atacado e que deve estar na agenda política, seja nas câmaras municipais, nas assembleias legislativas, seja no Congresso Nacional. Devemos buscar o respeito às mulheres sobretudo como seres humanos e que contribuem decisivamente para o progresso e o avanço da sociedade", destaca a parlamentar.

Segundo a organização do seminário, a vice-presidente do Conselho Estadual do Direito da Mulher falará sobre os instrumentos nacionais e locais que visam combater a violência contra as mulheres. Já a capitã da PM Adriana Salles falará sobre o programa Ronda Maria da Penha, recém-lançado pelo Governo do Amazonas e os resultados que já alcançou. A juíza federal Jaiza Fraxe é um dos grandes exemplos do quanto as mulheres galgaram espaços de destaque na sociedade nos últimos anos. Na avaliação da senadora Vanessa, quanto mais cargos de comando  as mulheres conquistarem, mais chances a sociedade terá de ter políticas públicas mais adequadas às próprias mulheres.

No Senado, os 16 dias de ativismo foi lançado nesta quarta-feira. Em Manaus, ele inicia com as manifestações em comemoração ao Dia Nacional da Consciência Negra, com eventos em Manaus, e se extende até o dia 10 de dezembro, quando se comemora o Dia Internacional dos Direitos Humanos. No Amazonas, o movimento conta com ações conjuntas da Procuradoria da Mulher do Senado, Secretaria Executiva de Política para as Mulheres (SEPM), União Brasileira de Mulheres (UBM), Fórum de Mulheres de Manaus (FPMM), ONG Maria Bonita,  União de Negros e Negras (UNEGRO), União da Juventude Socialista (UJS) e a União de Estudantes do Amazonas (UEE-AM).


Nenhum comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.

Tecnologia do Blogger.