25 de novembro de 2014

Manaus apresenta crescimento de 23% no IDHM, aponta pesquisa





Manaus teve o maior crescimento entre as 16 regiões metropolitanas do país no Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), período de 2000 a 2010. A capital amazonense registrou crescimento de 23% no índice, saindo de 0,585, classificado como "baixo", para 0,720, faixa "alta". O IDHM vai de 0 a 1: quanto mais próximo de zero, pior o desenvolvimento humano, quanto mais próximo de um, melhor.



Os dados são do Atlas do Desenvolvimento Humano nas Regiões Metropolitanas Brasileiras, divulgado nesta terça-feira (25). O documento foi produzido pelo Programa das Nações Unidas pelo Desenvolvimento (Pnud), pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pela Fundação João Pinheiro.


Outro dado importante revelado pela pesquisa é a redução na diferença entre São Paulo e Manaus, respectivamente o maior e o menor IDHM, que caiu de 22,1% para 10,3% entre 2000 e 2010. O IDHM é um índice composto por três das mais importantes áreas do desenvolvimento humano: vida longa e saudável (longevidade), acesso ao conhecimento (educação) e padrão de vida (renda).


"O crescimento da capital amazonense nos índices do IDHM são resultado de programas sociais implementados ao longo dos oito anos em que estivemos no Governo do Estado (2003 a 2010). Ao longo deste período, desenvolvemos projetos que resultaram na melhoria da qualidade de vida, educação e geração de renda para a população do Amazonas, pontos que influenciam diretamente nos cálculos do IDHM", comentou o senador Eduardo Braga, após avaliar os números da pesquisa.


Na avaliação de Eduardo Braga, Manaus e o Amazonas como um todo precisa avançar ainda mais nos índices de Desenvolvimento Humano. "Por isso fico preocupado quando vejo que programas importantes que implementamos estão parados, ou simplesmente abandonados pelos governos que nos sucederam", afirmou o senador. 


Foram analisadas as regiões metropolitanas de Belém, Belo Horizonte, Cuiabá, Curitiba, Brasília (Distrito Federal), Fortaleza, Goiânia, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís, São Paulo e Vitória.


O atlas foi produzido com base no Censo Demográfico do IBGE de 2010 e apresenta mais de 200 indicadores de desenvolvimento humano, como renda, longevidade, educação, demografia, trabalho, habitação e vulnerabilidade em 5.565 municípios brasileiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.