TJAM nega pedido de intervenção no município de Coari por unanimidade


A Corte do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) negou, por unanimidade, na manhã desta terça-feira (7), o pedido de intervenção no município de Coari, feito pelo Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM).

Os desembargadores seguiram o voto do relator João de Jesus Abdala Simões, que apresentou parecer contrário à intervenção, no dia 30 de setembro.

Naquela data, o julgamento foi suspenso após o pedido de vista do desembargador Rafael de Araújo Romano, que, hoje, convergiu com o voto do relator e a presidente do TJAM, Graça Figueiredo, acatou a decisão.

Treze desembargadores votaram contra a interdição; cinco faltaram a sessão, que também julgou e aceitou três agravos regimentais no processo do prefeito afastado de Coari,  Adail Pinheiro.

Fonte: Diário do Amazonas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ANTES DE ROUBAR COMÉRCIO FORAM PRESOS EM COARI

ELE APONTAVA ARMA NA CABEÇA DE CRIANÇAS PARA CONSEGUIR O QUE QUERIA NOS ASSALTOS QUE FAZIA

DE COARI, EM MANAUS ELE MATOU OS PATRÕES À MACHADADAS