3 de outubro de 2014

Marina pede votos por 2º turno: 'Com tempo igual a gente ganha da Dilma'

Marina Silva durante caminhada no Rio de Janeiro - 03/10/2014 (AFP)

A candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, realizou nesta sexta-feira uma tumultuada carreata no bairro da Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro. Empatada tecnicamente com o tucano Aécio Neves na segunda colocação, segundo pesquisa Datafolha divulgada na quinta-feira, Marina pediu aos eleitores que garantam sua passagem para o segundo turno. E justificou: “Com tempo igual, a gente ganha da Dilma. O PT quer o PSDB e o PSDB quer o PT, porque já se acostumaram a se enfrentar em 20 anos. Agora tem uma terceira força”.

O discurso mais combativo ficou por conta do candidato a vice na chapa da ex-senadora, Beto Albuquerque: “Quem pode ganhar e fazer mudanças é a Marina. O outro candidato é acostumado a perder para o PT".

Em um prenúncio do que será seu discurso caso permaneça na disputa presidencial, Marina voltou a concentrar críticas no escândalo de corrupção na Petrobras e na situação econômica. Sem apresentar projetos, ela citou genericamente que seu programa de governo permitira o combate à corrupção “para que nenhum brasileiro se sinta enganado como foi por aquele diretor da Petrobras que desviou bilhões de reais”, em referência a Paulo Roberto Costa, o delator do esquema bilionário de desvio de verbas da estatal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.