José Melo apresenta propostas para mobilidade urbana e desenvolvimento econômico na Rádio A Crítica


Desenvolvimento econômico, infraestrutura logística e mobilidade urbana foram destaques na entrevista do governador e candidato à reeleição José Melo (Pros) à Rádio A Crítica FM, nesta segunda-feira, dia 18 de agosto. Abrindo a série de entrevistas da emissora com os majoritários, Melo afirmou que sua meta no governo é explorar novas bases econômicas no Estado, promover inovação nas políticas públicas e fazer um governo mais técnico e menos político.

Candidato da coligação 'Fazendo mais por nossa gente', com Henrique Oliveira (SD) como vice-governador e Omar Aziz (PSD) concorrendo ao Senado, José Melo disse que a prorrogação da Zona Franca de Manaus até 2073 e o fim da guerra fiscal com São Paulo criam o ambiente ideal para explorar outras bases econômicas no Estado, como as riquezas minerais. "Temos ainda uma farmacopeia, frutas que podem se transformar em produtos, riquezas imensas, frisou.  

No último mês, Melo entrou em acordo com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e conseguiu encerrar a guerra fiscal que onerava a entrada de produtos oriundos da ZFM na maior economia do País. Com isso, São Paulo reduziu a alíquota do ICMS de 18% para 12%. Segundo o governador, a expectativa é que a nova fase, somada ao ambiente da prorrogação do modelo, gere crescimento em torno de 70% na economia do Polo Industrial de Manaus, com atração de novas empresas e a diversificação da matriz das fábricas instaladas.

"Essas vitórias deram novo ânimo para a Zona Franca e a consequência é que virão muitos recursos. Vamos aplicá-los em Ciência e Tecnologia para ter uma base tecnológica forte e criar uma Zona Franca que venha das nossas riquezas regionais", defendeu.

O candidato anunciou fortalecimento da construção de estradas, asfaltamento de vicinais e abertura de novos ramais para facilitar o escoamento. Com a Confederação Andina de Fomento, mais de R$ 300 milhões estão em negociação. Outra proposta é a oferta de barcos pra transporte de mercadorias aos centros de consumo, o reforço no financiamento pela Afeam aos pequenos produtores e apoio a criação de distritos de MPEs nos municípios. A piscicultura e a fruticultura também estão entre as prioridades.

Outro assunto de destaque na conversa foi mobilidade urbana. José Melo disse que o problema será enfrentado com base em estudos aprofundados sobre os prováveis modais e que a ação será adotada em conjunto com a Prefeitura de Manaus.

"A mobilidade é um problema sério em todo o Brasil e coloquei em meu programa de governo para avançar no assunto. Estamos trabalhando com a prefeitura de Manaus para descobrir um novo modelo de mobilidade urbana. Encontrar um caminho que possa somar os recursos do Estado e Prefeitura para o transporte", declarou.

Abertura de novas avenidas em Manaus, a construção e duplicação de estradas e apoio a recuperação do sistema viário do interior também são propostas de José Melo. O candidato destacou a construção dos corredores viários Leste-Oeste, Colônia Antônio Aleixo – Bola do São José, concluir aneis Sul e Leste, a conclusão da Avenida das Flores e a duplicação da AM 070 e AM 010.

Inovações no governo - José Melo reafirmou que fará uma campanha de propostas e que não vai descer ao nível de adversários que apelam para baixaria na tentativa de conquistar o eleitor. "O Amazonas não merece uma campanha do chão, do limbo. Merece uma campanha para frente e de propostas. E é essa a campanha que eu vou realizar", disse.

O candidato à reeleição para o governo do Estado falou ainda de outras propostas como a construção de escolas de tempo integral em todos os municípios, o fortalecimento e ampliação do Ronda no Bairro, a construção do Hospital de 300 leitos na zona Norte e novos programas de esporte, lazer e cultura.

A coligação 'Fazendo mais por nossa gente' reúne PROS, PSD, SD, PSDB, PR, PTdoB, DEM, PTC, PRP, PSL, PSC, PTN, PHS, PRTB, PV e PEN.

Comentários