Header Ads

Coari está entre os dez municípios do AM firmam pacto contra exploração sexual de crianças e adolescentes

Vereador Gerbeson Alves assina termo representando o município de Coari

Prefeitos e representantes dos municípios de Manaus, Barcelos, Iranduba, Manacapuru, Novo Airão, Parintins, Tabatinga, São Gabriel da Cachoeira, Presidente Figueiredo e Coari assinaram nesta quarta-feira (13), um termo de adesão entre o Governo do Estado e as prefeituras que participam da primeira etapa do projeto “Mobilizar e Agir em Defesa dos Direitos de Crianças e Adolescentes”. Segundo a secretária de Estado de Assistência Social e Cidadania em exercício, Graça Prola, esses dez municípios são os que apresentam maior índice de casos de exploração sexual contra crianças e adolescentes no Mapa da Violência do Brasil.

De acordo com Graça Prola, menos de 5% dos crimes de abuso sexual são denunciados, por isso há uma dificuldade grande em contabilizar o número de casos, mas sabe-se que esses locais apresentam os maiores índices. Outro fator que dificulta a contabilização, é que as meninas e meninos em situação de risco não se sentem explorados e por isso não denunciam. “Fazer um programa que lhe rende uma calça jeans, um jantar, dinheiro para elas não é exploração sexual e nesses casos é necessário trabalhar a conscientização, pois elas não conseguem entender essa relação de desvalorização e exploração”, explicou Prola.

Equipe técnica que participou de capacitação.


Registros

O prefeito de São Gabriel da Cachoeira (a 852 quilômetros de Manaus), René Coimbra, disse o município registrava até dez casos por mês de exploração sexual e com o trabalho de conscientização que vem sendo realizado o número baixou para até três casos por mês.

Ele explicou que, no início do trabalho, percebeu-se que o alto índice era motivados por problemas sociais e culturais, pois 95% da população é de indígenas que vão para a área urbana pensando em estudar e acabam sendo ‘presas’ fáceis para os criminosos.

Para René Coimbra, a assinatura do convênio vem pra somar e ampliar as ações de combate a exploração sexual de crianças e adolescentes. “Nós precisamos proteger essas crianças e só é possível fazer isso trabalhando em conjuntos com o governo estadual e federal, pois São Gabriel apresenta uma realidade diferente, por ser de difícil acesso da fiscalização, por isso o cuidado tem que começar nas próprias famílias”, acrescentou.

Nenhum comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.

Tecnologia do Blogger.